fbpx
agosto 31, 2013
0
||||| 1 |||||
3205

Apple dá exemplo de responsabilidade compartilhada e logística reversa

Uma das maiores companhias de tecnologia do mundo dá um grande exemplo da aplicação na prática de princípios como responsabilidade compartilhada e logística reversa. De quebra, não vai gastar nenhum centavo com a medida e ainda deve garantir a venda de mais produtos novos investindo na reciclagem dos produtos mais antigos.

Na sexta feira dia 30 de agosto de 2013 a Apple anunciou que seus clientes poderão levar seus iPhones antigos para serem avaliados por funcionários especialistas em qualquer uma de suas lojas nos Estados Unidos. Depois de avaliado o cliente recebe então o valor do aparelho em forma de crédito para comprar qualquer produto na loja Apple. Os aparelhos antigos serão encaminhados então para o setor de reciclagem.

Logística Reversa e Responsabilidade compartilhada

Com esta medida, a Apple assume a reciclagem de seu produto obedecendo o princípio de responsabilidade compartilhada e também garante a logística reversa ao fazer seu produto que possivelmente poderia ser descartado e misturado ao lixo comum, ter um valor de mercado. Os usuários sabendo que podem lucrar com a devolução do aparelho vão preferir levar até a loja para receber seus créditos. Caso não façam questão disso e lancem o aparelho nas lixeiras da cidade, quem coletar este resíduos e ver o aparelho certamente vai levá-lo à alguma loja da empresa. O interessante é que neste sistema, quem não tem responsabilidade ambiental acaba fomentando a lucro de pessoas de baixa renda.

Centenas de Vídeos gratuitos sobre o setor de Resíduos Sólidos para você. Inscreva-se e aproveite!

Neste ponto, o grande ganho da empresa ao implementar essa medida é poder fazer um enorme marketing ambiental, atraindo cada vez mais seus clientes por mostrar políticas ambientais corretas.

Estratégia de mercado

Sabemos que muitas vezes o ganho ambiental não é suficiente para iniciar uma campanha como essa. Vamos entender então os ganhos financeiros para a empresa.

A presença de iPhones antigos no mercado pode afetar negativamente a venda de aparelhos novos. Por outro lado, se um cliente tem um iPhone antigo e pretende comprar outro smartphone é interessante que ele continue sendo cliente da Apple e não migre para outros como por exemplo os milhares de smartphones com o sistema Android do Google. Ao valorizar o iPhone antigo e dar crédito para seus clientes, a Apple não só garante uma medida ambientalmente correta como também garante que seu cliente antigo vai continuar sendo seu cliente, pois o mesmo não recebe dinheiro e sim um crédito para comprar mais aparelhos na própria empresa.

Uma outra questão é que empresas como a Amazon e eBay estão lucrando bastante com o comércio de aparelhos antigos da Apple em uma espécie de mercado paralelo.

Gestão municipal de resíduos sólidos

A Política Nacional de Resíduos Sólidos brasileira obriga os setores publico e privado a elaborarem seus devido planos de gerenciamento de resíduos. A lei também institui a responsabilidade compartilhada e a logística reversa.

Muitos gestores públicos no Brasil alegam que a implantação da logística reversa só pode ser realizada na prática se houver investimentos massivos do Governo Federal em educação ambiental, possibilitando que as pessoas façam então a separação de seus resíduos em suas próprias casas no que chamamos de coleta seletiva. Essa afirmação não está correta pela fato de esse não ser o único caminho a seguir e nem tampouco necessitar de grandes investimentos financeiros.

Para implantar a logística reversa e coleta seletiva de maneira efetiva é muito mais necessário a implantação de programas inteligentes como no exemplo citado do que recursos financeiros. Se o exemplo da Apple for seguido por as outras empresas, o governo não precisa investir nenhum centavo.

Outros gestores preferem não gastar muito tempo analisando programas a ser implantados e preferem gastar muito dinheiro público na implantação de projetos de Usinas de Incineração, Plasma ou pirólise onde os recursos naturais são totalmente destruídos o que tem como consequência a continuidade de exploração desordenada de recursos naturais. Neste casos, afirmação de geração de energia através destas tecnologias não pode ser considerada porque mesmo essas tecnologias produzindo energia, o balanço energético para o meio ambiente será negativo, ou seja, a energia produzida sempre será menor do que a quantidade de energia necessária para fabricar os produtos que foram queimados novamente.

Basta lembrar que para fabricar os produtos, você precisa de veículos que vão precisar de combustíveis, precisa extrair os recursos naturais causando impacto ambiental, precisa consumir muita água, … e por fim gastar muita energia para fabricar os produtos a partir da matéria prima.

O Papel dos catadores e pessoas de baixa renda

Dar valor econômico aos futuros resíduos sólidos tem um impacto positivo imediato para a população de baixa renda e catadores de material reciclável ou reutilizável. Imagine um país onde a maioria dos resíduos podem ser devolvidos as empresas e as pessoas que fizerem tal medida recebem dinheiro por esses produtos. Os catadores teriam produtos de alto valor agregado e poderiam continuar fazendo seus trabalhos de extrema importância para o meio ambiente e ser recompensados muito mais dignamente por isso.

Uma outra grande vantagem desse sistema é que, como foi dito, pessoas com pouca responsabilidade ambiental acabariam financiando todo o sistema de coleta seletiva do país ao lançar produtos de valor no lixo.

Política de Desenvolvimento Sustentável do Portal Resíduos Sólidos

Mais uma vez, o Portal Resíduos Sólidos afirma seu compromisso de mostrar a população em exemplos praticados em qualquer lugar do planeta meios e tecnologias que podem transformar a Política Nacional de Resíduos Sólidos em realidade no Brasil, contribuindo decisivamente para o desenvolvimento sustentável do nosso pais e com isso, para uma melhor qualidade de vida da população brasileira.

Compartilhe esse tópico em redes sociais e clique no botão +1 do Google logo abaixo para que o mesmo seja encontrado facilmente por pesquisas na internet.

Share this:
Tags:

About gleysson

gleysson

Sou especialista em transformar problemas ambientais em negócios sustentáveis. Formado em Dip. Ing. Verfahrenstechnik (Eng. Química) pela Universidade de Ciências Aplicadas de Frankfurt/M na Alemanha com especialização e experiência em Tecnologias para geração de Energia e Engenharia Ambiental. Larga experiência em Resíduos Sólidos com foco em Biodigestores Anaeróbios

  • LinkedIn
  • Email

Add Comment