Documentário: Lixo Extraordinário

O documentário Lixo Extraordinário acompanha durante dois anos o desdobramento do trabalho do artista plástico Vik Muniz no maior aterro sanitário do mundo, no Jardim Gramacho, município de Duque de Caxias, Rio de Janeiro. A proposta inicial do artista era produzir retratos dos catadores que trabalham no aterro, mas acaba ganhando outra dimensão devido à maneira profunda e sensível com que Vik Muniz se relaciona com seus retratados.

Lixo Extraordinário é um filme que mostra o estatuto da arte e a questão do lixo na sociedade contemporânea, o árduo trabalho realizado pelos catadores e a possibilidade de transformação que a mudança da percepção artística pode proporcionar. Levando-se em conta tais aspectos, recomenda-se a participação de diferentes disciplinas.

O documentário conseguiu a proeza de ser indicado ao Oscar de melhor documentário em 2011. Infelizmente perdeu para o documentário “”Trabalho Interno” de Charles Ferguson e Audrey Marrs que retrata os bastidores da crise econômica que explodiu no fim de 2008 nos Estados Unidos.

Assista o documentário no vídeo abaixo:

Você quer trabalhar ou empreender no setor de resíduos mas não sabe por onde começar? Boas notícias! Não precisa fazer faculdade! Este curso foi feito pra você!

Curiosidades

  • Vik Muniz, paulista que vive em Nova York, é um dos artistas contemporâneos mais caros do momento.
  • O filme ganhou alguns dos mais importantes festivais do mundo, entre eles o Sundance, onde recebeu o Prêmio do Júri Popular como Melhor Documentário Internacional. Na mostra Panorama do Festival de Berlim recebeu a mesma premiação.
  • Em 2011, o filme também concorreu ao Oscar de melhor documentário.
  • Sebastião Carlos dos Santos, o Tião, fundador e presidente da Associação de Catadores de Material Reciclável do Jardim Gramacho, esteve presente tanto no Festival de Berlim quanto no Oscar. Na Alemanha foi ovacionado pela exigente plateia do festival.
  • O aterro do Gramacho também foi cenário para outro documentário brasileiro, Estamira, de 2004.
  • O diretor Fernando Meireles foi um dos produtores executivos do filme.

Lixo Extraordinário

Gênero: Documentário
Duração: 90 minutos
Lançamento: 2010
Produção: Brasil / Reino Unido
Classificação etária: Livre

Ficha técnica:
Direção: Lucy Walker / Codireção:
João Jardim e Karen Harley
Produção: Hank Levine e Angus Aynsley
Fotografia: Duda Miranda
Montagem: Pedro Kos
Música: Moby

Texto: Cultura é Curriculum do Governo do Estado de São Paulo 

Esse conteúdo precisa alcançar mais pessoas. Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no telegram
Agora é a sua vez. Você acha que consegue contribuir com o conteúdo acima? Deixe seu comentário!

Não pare agora, continue lendo