fbpx
julho 16, 2014
0
||||| 1 |||||
2176

Ecopontos no município de Rio Claro-SP

Diante da situação geral da geração de resíduos sólidos, sua destinação e disposição final na maioria das vezes inadequada, a Prefeitura possui um projeto em andamento (07/2014) que consiste na Implantação de ECOPONTOS no município de Rio Claro-SP espalhados de forma estratégica pela cidade, ou seja, áreas de transbordo para coletas de resíduos principalmente derivados da construção e demolição, podas vegetais, materiais inservíveis e/ou recicláveis.

Os ECOPONTOS são distribuídos pelo município de Rio Claro/SP, localizado a 173 km a noroeste da capital do Estado de São Paulo. Com uma área de 499,9 km2 que engloba a zona rural, urbana e mais os distritos de Assistência e Ajapi, é sede da sub-região administrativa e da micro-região.

Através do curso de elaboração de plano municipal de gestão integrada de resíduos sólidos você entende como o setor público pode arrecadar mais e investir mais no municípioO Projeto inicialmente foi apresentado por Claudio Demarco, no ano de 2003, na cidade de São Carlos/SP. No entanto, o mesmo não foi executado e a ideia inicial foi proposta e aceita pelo município de Rio Claro/SP.

O Projeto visa principalmente instituir áreas disponíveis e adequadas para o depósito de resíduos sólidos, com o objetivo de recuperar áreas de descarte inadequado (instituídas pela própria população do município) e criar um espaço apropriado para o recebimento desses materiais. Além disso, visa buscar alternativas sustentáveis à destinação final dos resíduos sólidos coletados, classificando os materiais para reaproveitamento e/ou seu encaminhamento a locais adequados para uma disposição final ambientalmente adequada.

Através dessa iniciativa, visa também despertar a conscientização ambiental da população do município de Rio Claro/SP sobre os diferentes tipos de resíduos gerados e estabelecer vínculo de cooperação entre os munícipes e a prefeitura no cuidado da cidade, na preservação ambiental e no despertar da consciência socioambiental, bem como incentivar as iniciativas de reutilização, reaproveitamento e reciclagem de materiais. Também é esperado pela Prefeitura do município a consequente revitalização das áreas de entorno com a criação de parques e/ou praças, evitando novos acúmulos de lixo e proporcionando equipamentos de lazer e áreas de convívio da população com o meio ambiente.

Seu futuro depende do seu preparo. Tome a decisão que vai mudar a sua vida assim como mudou a dos nossos alunos. Matriculas abertas somente até o dia 06/05/2019!

Exemplo de um ECOPONTO no município de Rio Claro no Estado de São Paulo

Exemplo de um ECOPONTO no município de Rio Claro no Estado de São Paulo

Implantação do Projeto pelo Município

A implantação do Projeto teve início em 2010, onde o mesmo foi apresentado à Câmara Municipal e teve sua licitação concedida. O mesmo teve apoio de ministérios e do governo estadual, onde conseguiu uma verba inicial de R$250 mil reais, por meio da Secretaria do Meio Ambiente do Estado (Jornal Cidade, 2010).

A partir disso, foram iniciadas as obras que consistiram em:

  • Fechamento da área com muro de alvenaria ou alambrado;
  • Instalação de portão de acesso;
  • Seleção de áreas com, no mínimo, 1.000m2 , para facilitar o acesso e limpeza do local;
  • Construção de guarita;
  • Área coberta para recebimento de móveis e outros materiais que poderão ser reutilizados;
  • Acesso com rampa para depósito de entulho pelos carroceiros em caçambas específicas;
  • Manter fiscalização constante para evitar depósitos de lixo orgânico ou descarga de grandes volumes por caminhões ou caçambeiros;
  • Sinalização por placas orientadoras sobre o local e tipos de resíduos que podem ser depositados;
  • Instalação de placas informando os locais dos demais ECOPONTOS, com telefones úteis e disque-denúncia;
  • Limpeza semanal da área para evitar grande acúmulo de material;
  • Cadastramento de carroceiros, junto a Guarda Municipal, Departamento de Trânsito, Ação Social e Secretaria de Planejamento, Desenvolvimento e Meio Ambiente – SEPLADEMA;
  • Identificação das carroças por meio de placas, a fim de possibilitar um controle das pessoas que utilizam o espaço para a destinação dos resíduos;
  • Conscientização dos munícipes para que não depositem entulhos em lugares impróprios;
  • Divulgação dos pontos de transbordo existentes na cidade;
  • Definir e informar que a área somente poderá ser utilizada por carroceiros e pequenos veículos com volume máximo de 1,0 m3 (um metro cúbico), volume este, condizente ao de uma carroça.

Aprenda a ter um negócio de sucesso com resíduos no Portal Resíduos SólidosAté o momento, foram instalados e estão em funcionamento três ECOPONTOS em locais estratégicos no município (Figura 1). O atendimento e o descarte de resíduos sólidos pode ser realizado das 8h às 16h, de segunda a sexta-feira. Durante o funcionamento estão sempre presentes um funcionário da Prefeitura, acompanhado de um membro do centro de ressocialização de Rio Claro/SP. Podem ser destinados aos ECOPONTOS materiais como:

São 59 páginas bastante ilustradas e com links para alguns vídeos exclusivos. O conteúdo do eBook abrange A biodigestão anaeróbia, Fatores que influem na produção de biogás, As fases da biodigestão anaeróbia com informações detalhadas sobre a Hidrólise, Acidogênese, Acetogênese, Metanogênese e Sulfatogênese.

  • Resíduos de construção civil: concreto, terra, areia, pedras, cerâmica, madeira, metais, telhas, tijolos, restos de pisos;
  • Resíduos eletrônicos: monitores, impressoras, eletrodomésticos, pilhas, baterias;
  • Móveis velhos, como geladeira, fogão e outros;
  • Pneus (desde que em pouca quantidade);
  • Lâmpadas fluorescentes de residências em quantidade máxima de três unidades por imóvel.

Os materiais recebidos pelo ECOPONTO possuem diferentes destinos, de acordo com suas características. Os principais destinos para a disposição final destes são:

  • Aterro Sanitário: recebe os resíduos provenientes dos rejeitos como: lixo comum, resíduos volumosos (móveis, caixas de madeira), solo ou qualquer outro tipo de resíduo orgânico.
  • Aterro de Inertes: recebe os rejeitos provenientes de construção civil, demolições ou reformas, que possam ser classificados como resíduos inertes.
  • Cooperativas de Reciclagem: recebe os resíduos provenientes da triagem dos materiais considerados recicláveis.

Diante dessa iniciativa do município, apoiada pelo Governo Estadual, são nítidos os resultados gerados, principalmente aqueles relacionados à conscientização da população. A separação dos resíduos é incentivada (além da coleta seletiva que atua em Rio Claro/SP), e integra diversos atores sociais, como os munícipes, cooperativas e a gestão do município.

Iniciativas como essa são extremamente importantes no setor de gerenciamento de resíduos sólidos, pois além de contribuir de uma forma integrada para a destinação e disposição final de resíduos sólidos ambientalmente adequada, minimiza a quantidade de resíduos que necessitam de tratamento final e promovem o reaproveitamento de materiais, gerando matéria-prima para novos produtos. Além disso, evita-se o descarte inadequado de materiais pelos munícipes e desperta a consciência socioambiental da população de uma forma geral.

Trabalho para a conclusão do Curso Online de Gestão e Gerenciamento de Resíduos Sólidos do Portal Resíduos Sólidos – Carolina Biscola Jardim

Share this:
Tags:

About Gleysson B. Machado

Gleysson B. Machado

Sou especialista em transformar problemas ambientais em negócios sustentáveis. Formado em Dip. Ing. Verfahrenstechnik (Eng. Química) pela Universidade de Ciências Aplicadas de Frankfurt/M na Alemanha com especialização e experiência em Tecnologias para geração de Energia e Engenharia Ambiental. Larga experiência em Resíduos Sólidos com foco em Biodigestores Anaeróbios

  • Instagram
  • LinkedIn
  • Email

Add Comment