Forma de cobrança dos custos dos serviços públicos

A ampla maioria dos municípios brasileiros, pela ausência de legislação específica, incluiu os custos com os serviços oriundos dos resíduos nas alíquotas do Imposto Predial e Territorial Urbano – IPTU. Os diagnósticos revelam que, mesmo para os serviços limitados ofertados, estas receitas não cobrem os custos reconhecidos e não representam uma forma de cobrança dos custos dos serviços públicos correta.

O curso de elaboração de plano municipal de gestão integrada de resíduos sólidos oferecido pelo Portal Resíduos Sólidos é o curso mais completo do mercadoPelo novo marco legal a cobrança tem que ser feita pelo lançamento de taxa, tarifa ou preço público. É nesta direção (Lei 11.445/2010, Art. 29) que o PGIRS deve apontar solução. Sendo a legislação ainda recente, as primeiras iniciativas começam a ser desenvolvidas, com municípios lançando cobrança por boleto específico e outros de forma associada com a cobrança de outros serviços públicos.

Será necessário, de qualquer forma, estabelecer a diretriz de transparência na demonstração da lógica de cálculo empregada na composição de custos, as proporções entre níveis de geração e outras considerações.

Qual a base para cobrança de serviços públicos para o setor de resíduos sólidos?

Dentro do setor de resíduos sólidos existem diversos empreendimentos entre serviços e centrais para o tratamento de resíduos. Alguns desses empreendimentos são por si só economicamente viáveis, como é o caso de biodigestores para o tratamento de resíduos orgânicos, usinas de reciclagem de papel, de plástico e de vidro. Já outros empreendimentos, como por exemplo o tratamento de resíduos sólidos dos serviços de saúde não oferecem potencial de lucratividade já que é proibido reciclar resíduos que possam oferecer riscos a saúde humana. Como esses serviços são fundamentais para a sociedade, eles precisam ser subsidiados por taxas públicas. Assim o empreendimento recebe uma valor por tonelada para fazer o tratamento deste resíduos e somente com essa taxa viabiliza o seu projeto.

Você quer trabalhar ou empreender no setor de resíduos mas não sabe por onde começar? Boas notícias! Não precisa fazer faculdade! Este curso foi feito pra você!

De posse do diagnóstico do município assim como da gravimetria dos resíduos é possível identificar exatamente a quantidade de empreendimentos não viáveis por si só e também a quantidade de resíduos que deve ser processada para uma ou mais cidades. A soma de todos os serviços deve então servir de base de cálculo para a cobrança de taxa pública que ainda deve levar em consideração o tamanho da cidade, a população e a renda per capita da população em função dos bairros da cidade.

Esse calculo é complexo e sua demonstração deve ser comprovada. Não se pode lançar uma taxa sem explicar os motivos que levaram os técnicos a proporem o valor em questão.

Vila Velha no Espírito Santo
Cidade de Vila Velha no Espírito Santo

 

A taxa pública para a cobrança pelos serviços de resíduos sólidos deve servir para complementar e viabilizar projetos do setor que por si só não são economicamente viáveis, mas não deve penalizar a população. A missão de um bom governantes é fazer com que o máximo possível de empreendimentos se tornem viáveis e assim, baixar sempre que possível a taxa de lixo que a população precisa pagar, garantindo qualidade de vida e saúde ambiental para todos.

O Plano de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos – PGIRS deverá construir as diretrizes, estratégias, metas, programas e ações específicas para outros quesitos além dos resíduos propriamente ditos, atendendo ao conteúdo mínimo previsto na legislação federal e às necessidades impostas pelas peculiaridades e capacidades locais, Também nestes itens as diretrizes estabelecerão as linhas norteadoras e as estratégias os meios para sua implementação, definindo-se as ações e os programas para atingimento das metas eleitas, a serem compartilhadas com os agentes pertinentes a cada setor.

Conheça algumas dessas ações e programas específicos clicando nos itens abaixo:

Esse conteúdo precisa alcançar mais pessoas. Compartilhe!

Agora é a sua vez. Você acha que consegue contribuir com o conteúdo acima? Deixe seu comentário!

Não pare agora, continue lendo