A HISTÓRIA DA COOPERATIVA SONHO DE LIBERDADE

A Cooperativa Sonho de Liberdade é uma organização sem fins lucrativos que se dedica à reciclagem de madeira descartada. Através do trabalho conjunto de seus cooperados, a cooperativa proporciona oportunidades de emprego digno e contribui para a preservação ambiental. Um exemplo inspirador de inclusão social e sustentabilidade
O que é e o que representa a Cooperativa Sonho de Liberdade? Quem é Fernando de Figueiredo? Como surgiu a Cooperativa? Como funciona a Cooperativa Sonho de Liberdade? Como os lucros são divididos? Qual a composição da cooperativa Sonho de Liberdade?

COMPARTILHE

Recomeçar em qualquer área da vida é uma jornada desafiadora e desanimadora. Enfrentamos obstáculos, mantendo sempre a crença de que, eventualmente, alcançaremos a vitória merecida. Essa mentalidade é característica dos vencedores, daqueles que estão dispostos a se reconstruir quantas vezes for necessário para alcançar seus objetivos. É um ciclo de tentativas, aprendizados e ajustes constantes.

No contexto específico do mercado de resíduos sólidos, que muitas vezes é subestimado, ele pode se tornar um caminho para um novo começo harmonioso. Muitas pessoas que tiveram experiências difíceis em suas vidas encontram nas cooperativas a força necessária para seguir em frente. No entanto, a maioria dessas cooperativas enfrenta um desafio comum: a falta de uma visão abrangente do mercado. Em outras palavras, elas encontram dificuldades para obter mais materiais e conseguir melhores preços para seus produtos. Essa não é uma tarefa fácil, mas como consultor(a), tenho uma dica que pode simplificar sua jornada.

A Cooperativa Sonho de Liberdade inspira outras iniciativas similares ao mostrar que a reciclagem e a inclusão social podem andar de mãos dadas, trazendo benefícios tanto para as pessoas quanto para o planeta.

Não precisa investir em galpão e nem fazer faculdade. O comércio de recicláveis é para quem quer ganhar dinheiro rapidamente

O que é e o que representa a Cooperativa Sonho de Liberdade

A Cooperativa Sonho de Liberdade é uma organização sem fins lucrativos dedicada à reciclagem de madeira descartada. Localizada na Cidade Estrutural, no Distrito Federal, é um empreendimento econômico e solidário que conta atualmente com a união de oitenta cooperados. Através da soma de esforços, a cooperativa busca alcançar a sobrevivência, dignidade e participação na sociedade. O grupo foi formado por egressos do sistema penitenciário da Papuda, em Brasília, com o objetivo de criar oportunidades para seres humanos historicamente marginalizados e excluídos por preconceitos.

“A vitalidade é demonstrada não apenas pela persistência, mas pela capacidade de começar de novo.” Francis Scott Key Fitzgerald

A missão da Cooperativa Sonho de Liberdade é resgatar vidas através da inclusão social, proporcionando oportunidades de trabalho digno para detentos, ex-detentos e pessoas carentes. Nesse sentido, busca-se desenvolver valores como solidariedade, cooperação e compartilhamento.

A Cooperativa Sonho de Liberdade é referência na reciclagem de entulhos, transformando resíduos da construção civil em materiais reutilizáveis. Por meio do trabalho de seus cooperados, a cooperativa contribui para a redução do impacto ambiental e promove a geração de emprego e renda. Uma iniciativa que une sustentabilidade e inclusão social.
A Cooperativa Sonho de Liberdade tem como objetivo principal a reciclagem de entulhos. Através do trabalho conjunto de seus cooperados, a cooperativa coleta, separa e transforma resíduos da construção civil em produtos de qualidade. Essa iniciativa não só contribui para a preservação do meio ambiente, mas também oferece oportunidades de trabalho digno para ex-detentos e pessoas em situação de vulnerabilidade

A visão da cooperativa é se tornar uma referência internacional em serviços ambientais urbanos, especialmente na destinação correta de resíduos da construção civil. Além disso, busca ser um exemplo institucional na reintegração de pessoas historicamente discriminadas.

Quem é Fernando de Figueiredo?

Fernando Figueredo, idealizador da Cooperativa Sonho de Liberdade, é um exemplo de superação e resiliência. Partindo de sua experiência como interno no presídio da Papuda, ele se dedicou a projetos de inclusão social e encontrou na reciclagem de madeira uma forma de transformar vidas e promover a reintegração de ex-detentos.
Fernando Figueredo, ex-interno da Papuda, se tornou um agente de mudança ao fundar a Cooperativa Sonho de Liberdade. Sua visão empreendedora e compromisso com a inclusão social possibilitaram a criação de oportunidades de trabalho digno para ex-detentos e a valorização da reciclagem de madeira como um meio de transformação.

Fernando de Figueiredo é o idealizador da cooperativa. Ele era um interno do presídio da Papuda quando se envolveu com o projeto Pintando Liberdade, desenvolvido pelo Ministério dos Esportes. Durante sua participação no projeto, Fernando aprendeu o processo de confecção manual de bolas esportivas. Aproveitando suas saídas quinzenais, ele começou a vender as bolas de porta em porta. Posteriormente, quando obteve acesso ao regime de progressão de pena, Fernando criou um projeto de inclusão social direcionado a ex-detentos.

Você tem a oportunidade de conhecer Fernando de Figueiredo na entrevista disponibilizada no vídeo abaixo:

Como surgiu a Cooperativa Sonho de Liberdade

A Cooperativa Sonho de Liberdade teve seu início em 2005, quando se instalou na Cidade Estrutural, uma comunidade carente próxima ao aterro sanitário do Distrito Federal. Nessa época, o trabalho artesanal de produção de bolas foi introduzido, oferecendo oportunidades para presidiários em regime semiaberto, ex-presidiários e jovens da comunidade local. Essa atividade trouxe disciplina e perspectivas de dignidade, honestidade, emprego e renda para o grupo.

Inicialmente, a competição desleal de artigos esportivos importados da China e Afeganistão representou um obstáculo. No entanto, a proximidade com o aterro sanitário proporcionou a oportunidade de aproveitar a madeira descartada. Em 2007, o grupo percebeu a possibilidade de reutilizar essa madeira, coletando, selecionando e transformando-a. Os primeiros produtos foram estacas para marcação topográfica e condução de mudas, seguidos pela demanda de madeira sob medida para diversos fins.

A Cooperativa Sonho de Liberdade é pioneira na produção de biomassa a partir de resíduos de madeira. Por meio da reciclagem e transformação desses materiais, a cooperativa gera energia limpa e renovável, contribuindo para a sustentabilidade ambiental e reduzindo a dependência de fontes não renováveis.
A Cooperativa Sonho de Liberdade se destaca na produção de biomassa a partir de resíduos de madeira. Com sua expertise em reciclagem, a cooperativa transforma esses materiais em fontes de energia sustentável, promovendo a redução de resíduos, a preservação ambiental e o desenvolvimento de uma economia circular.

Em 7 de maio de 2009, a Cooperativa Sonho de Liberdade foi formalmente estabelecida. Desde então, o volume de negócios tem crescido, permitindo a inclusão de mais pessoas e a ampliação da base de clientes. Atualmente, a cooperativa emprega oitenta pessoas em um ambiente harmonioso, no qual o esforço individual contribui para a meta coletiva de alcançar uma vida digna para todos.

Além dos produtos mencionados, a cooperativa também oferece madeira para a indústria alimentícia, produção de tijolos, construção civil e uma ampla gama de produção artesanal, incluindo fabricação de vassouras e móveis sustentáveis. No início da atividade de reciclagem de madeira, o grupo não possuía capital e começou com ferramentas manuais. Por meio da persistência e da busca por clientes de porta em porta, a cooperativa enfrentou desafios e teve a experiência de gestão de contratos, cumprimento de metas e prazos. Os contratos foram estabelecidos com compradores de biomassa para energia e empresas de transporte.

Uma das principais experiências da Cooperativa Sonho de Liberdade foi a mobilização de pessoas para realizar trabalhos árduos. O primeiro grupo mobilizado foi formado por ex-detentos da Papuda. Nessa ocasião, o preconceito foi um grande obstáculo a ser superado. A cooperativa acolhe muitas pessoas da comunidade carente da Cidade Estrutural, que chegam à capital do país em busca de oportunidades de vida. A experiência de solidariedade é acumulada ao longo do tempo.

Como funciona a Cooperativa Sonho de Liberdade?

A Cooperativa Sonho de Liberdade funciona por meio de um processo colaborativo e sustentável. A partir da coleta de madeira descartada, os cooperados realizam o trabalho de seleção, transformação e produção de diferentes produtos. A cooperativa busca maximizar o aproveitamento da madeira, reutilizando-a de maneira criativa e sustentável.

Com foco na sustentabilidade, a Virapuru incorpora práticas ecológicas em seus planos, alinhando o negócio com preocupações ambientais crescentes.
A Virapuru possui vasta experiência na criação de Planos de Negócios para usinas de reciclagem, garantindo abordagens realistas e eficazes.
A Cooperativa Sonho de Liberdade é reconhecida por sua expertise na fabricação de blocos de cimento. Com a reciclagem de resíduos de construção civil, a cooperativa produz blocos de alta qualidade, promovendo a sustentabilidade na construção e gerando oportunidades de trabalho digno para seus cooperados.
A Cooperativa Sonho de Liberdade se destaca na fabricação de blocos de cimento a partir de resíduos reciclados. Com sua atuação sustentável, a cooperativa contribui para a redução do desperdício na construção civil, oferecendo produtos de qualidade e fortalecendo a economia local por meio do trabalho cooperativo.

Os cooperados participam de todas as etapas do processo, desde a coleta até a comercialização dos produtos. Eles são responsáveis pela organização interna da cooperativa, gestão dos recursos e tomada de decisões importantes.

Além disso, a cooperativa promove a inclusão social e a ressocialização de ex-detentos, oferecendo oportunidades de trabalho digno, capacitação e desenvolvimento pessoal. Os cooperados recebem uma parcela justa dos lucros obtidos com as vendas dos produtos, o que contribui para a melhoria de suas condições de vida e para a sustentabilidade financeira da cooperativa.

A Cooperativa Sonho de Liberdade também busca estabelecer parcerias e colaborações com outras organizações e empresas, visando expandir sua atuação, obter melhores oportunidades de negócios e fortalecer sua missão de transformação social e ambiental.

Em resumo, a Cooperativa Sonho de Liberdade funciona como um empreendimento coletivo, impulsionado pelo trabalho colaborativo dos cooperados, com foco na reciclagem de madeira, inclusão social e sustentabilidade.

No vídeo abaixo, você pode ver com mais detalhes o funcionamento da cooperativa Sonho de Liberdade:

Como os lucros da cooperativa Sonho de Liberdade são distribuídos?

Os lucros obtidos pela Cooperativa Sonho de Liberdade são distribuídos da seguinte maneira: por meio do trabalho das 80 pessoas envolvidas, a cooperativa é capaz de retirar mensalmente 1500 toneladas de madeira do lixo. Essa madeira é devolvida à sociedade, estendendo seu ciclo de vida e aumentando sua produtividade na economia. A renda proveniente da venda da madeira é integralmente distribuída entre os cooperados, beneficiando assim oitenta famílias que dependem da reciclagem de madeira para seu sustento.

A Cooperativa Sonho de Liberdade tem um modelo de divisão de lucros justo e igualitário entre seus cooperados. Por meio desse sistema, as receitas obtidas com a venda dos produtos são distribuídas de forma equitativa, garantindo que todos os cooperados se beneficiem do sucesso coletivo e tenham acesso a uma renda digna.
A Cooperativa Sonho de Liberdade adota uma política de divisão de lucros transparente e participativa. Os cooperados têm a oportunidade de contribuir e tomar decisões sobre como os lucros serão distribuídos, promovendo a equidade e a valorização do trabalho de cada membro da cooperativa.

A cooperativa realiza reuniões semanais da diretoria e, diariamente, ocorrem briefings entre a coordenação, diretores e presidência. O gerenciamento do trabalho, desempenho e conduta dos detentos empregados na cooperativa é de responsabilidade da presidente.

Dessa forma, os lucros obtidos com a venda da madeira são revertidos para as famílias dos cooperados, proporcionando uma fonte de renda digna e sustentável.

Qual a composição da cooperativa Sonho de Liberdade?

A Cooperativa Sonho de Liberdade é composta por uma diretoria formada por quatro membros, incluindo uma presidente, um diretor financeiro, um diretor administrativo e um diretor industrial. O conselho fiscal é composto por três membros efetivos e três membros suplentes. A gestão global é liderada pelo coordenador geral. A tomada de decisões é participativa e todos os cargos são preenchidos por meio de eleições realizadas em Assembleia Geral.

A cooperativa tem acesso a aproximadamente 30% da madeira descartada que é destinada à Cidade Estrutural. Infelizmente, cerca de 70% da madeira descartada ainda acaba sendo enviada para o aterro sanitário, o que impossibilita a geração de emprego e renda, além de contribuir significativamente para a emissão de gases na atmosfera.

A Cooperativa Sonho de Liberdade possui uma estrutura organizacional sólida e participativa. Composta por uma presidente, diretor financeiro, diretor administrativo e diretor industrial, a cooperativa é conduzida por uma equipe dedicada que promove a gestão eficiente e o desenvolvimento sustentável
A Cooperativa Sonho de Liberdade é governada por uma diretoria formada por membros eleitos em assembleia geral. Além dos cargos diretivos, a cooperativa conta com um conselho fiscal composto por membros efetivos e suplentes. Essa estrutura participativa assegura a transparência e a representatividade dos cooperados nas decisões da cooperativa.

A oferta de trabalho com renda digna e qualificação profissional é um desafio no processo de ressocialização de detentos. Desde sua fundação, a Cooperativa Sonho de Liberdade busca amenizar a situação das pessoas envolvidas em crimes que não tiveram referências positivas para se reintegrarem à sociedade como cidadãos. O estigma e a discriminação contra detentos e ex-detentos são uma realidade no Brasil. Por isso, a cooperativa se mobiliza e oferece oportunidades de emprego a jovens detentos, retirando-os do sistema prisional e inserindo-os em um ambiente onde outras pessoas já passaram por experiências semelhantes e superaram as dificuldades do passado. Os ex-detentos se beneficiam da compreensão mútua ao compartilhar suas experiências e fortalecem uns aos outros na busca diária pela mudança de comportamento.

Os familiares dos detentos carregam o peso emocional de terem seus entes queridos encarcerados. Esse peso é aliviado pelo convívio com outras pessoas que estão em processo de reintegração. Mães e esposas de detentos que trabalham na cooperativa sentem a esperança de que seus familiares também possam se reintegrar à sociedade.

A identidade cultural das pessoas nas comunidades próximas a Brasília é diversa, com vários costumes de diferentes regiões do país. No entanto, essa identidade cultural também é profundamente fragmentada devido ao êxodo de seus locais de origem. A festa junina é um momento de convergência, sendo organizada e frequentada nos meses de junho e julho. Além disso, os principais eventos culturais incluem bailes funk, casas de forró e igrejas evangélicas.

A violência afeta principalmente os jovens, especialmente aqueles com idades entre 13 e 19 anos. Essa realidade contribui para que a região próxima à capital tenha o maior índice de mortalidade juvenil por assassinato no Brasil. A criminalidade muitas vezes é vista como uma forma de destaque social entre os jovens, devido à falta de estruturas que promovam valores éticos e morais equilibrados. As condições de vida difíceis e desafiadoras levam ao desagregamento familiar, ao vício em álcool e drogas, especialmente o crack, à violência doméstica e ao abandono de menores.

Descubra o mundo da gestão de resíduos com a VirapuruFlix! Acesse cursos e mentorias exclusivos sobre reciclagem, tratamento de resíduos e sustentabilidade. Ideal para empresários e ambientalistas que buscam inovar e liderar no mercado verde.
Amplie seu conhecimento em resíduos sólidos com a VirapuruFlix. Com conteúdo técnico avançado, é perfeito para acadêmicos e profissionais do setor ambiental. Assine e mantenha-se atualizado com as melhores práticas e tecnologias!
Gleysson B. Machado

Gleysson B. Machado

Sou especialista em transformar problemas ambientais em negócios sustentáveis. Formado em Dip. Ing. Verfahrenstechnik (Eng. Química) pela Universidade de Ciências Aplicadas de Frankfurt/M na Alemanha com especialização e experiência em Tecnologias para geração de Energia e Engenharia Ambiental. Larga experiência em Resíduos Sólidos com foco em Biodigestores Anaeróbios
Agora é a sua vez. Você acha que consegue contribuir com o conteúdo acima? Deixe seu comentário!

NOSSOS CURSOS

LEIA TAMBÉM

Energia e Sustentabilidade: Biodigestores comerciais transformam resíduos orgânicos em biogás e biofertilizante. Além de gerar energia limpa, reduzem impactos ambientais e custos com fertilizantes químicos.
Biogás
Gleysson B. Machado

O QUE É UM BIODIGESTOR COMERCIAL

O que é um biodigestor comercial? Pra que serve um biodigestor comercial? Que tipo de projetos podem ser feitos com um biodigestor comercial? Como posso lucrar com um biodigestor comercial? É possível começar com um projeto simples e depois fazer upgrade no biodigestor comercial? Precisa de ajuda para montar um projeto de biodigestor comercial?

veja Mais »