MPDFT lança edital para associações e cooperativas de materiais recicláveis ou reutilizáveis

Ministério Público do Distrito Federal e Terrítórios – MPDFT lança edital para associações e cooperativas de materiais recicláveis. Confira o edital abaixo.

MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO
Ministério Público do Distrito Federal e Territórios

EDITAL DE HABILITAÇÃO
O Ministério Público do Distrito Federal e Territórios, doravante denominado MPDFT, leva ao conhecimento dos interessados que realizará processo de habilitação, no dia 5 de fevereiro de 2014, às 15 horas, ou no mesmo horário do primeiro dia útil subsequente, com vistas a firmar termo de compromisso com associações e/ou cooperativas de catadores de materiais recicláveis para prestação de serviços de recolhimento e correta destinação dos resíduos sólidos recicláveis gerados nas dependências do MPDFT, nos termos do Decreto nº 5.940/2006 e legislação correlata, bem como pelas demais exigências previstas neste Edital e seus Anexos.

Você quer trabalhar ou empreender no setor de resíduos mas não sabe por onde começar? Boas notícias! Não precisa fazer faculdade! Este curso foi feito pra você!

1. OBJETO
1.1 O objeto do presente procedimento de habilitação é a prestação de serviços de recolhimento diário e a correta destinação dos resíduos sólidos recicláveis classificados pela NBR 10004 como de origem doméstica – Classe II B – Inertes (papéis, papelão, plásticos, vidros, metais, etc.), gerados nas dependências do MPDFT.

1.2 São partes integrantes deste Edital:

Anexo I – Termo de compromisso
Anexo II – Roteiro para vistoria de cooperativas e associações
Anexo III – Ficha de inscrição
Anexo IV – Modelo de declaração
Anexo V – Demonstrativo dos ganhos dos cooperados

2. REQUISITOS PARA HABILITAÇÃO

2.1 Estarão habilitadas a coletar os resíduos recicláveis descartados associações ou cooperativas de catadores de materiais recicláveis que atenderem aos seguintes requisitos:

2.1.1 Estejam formal e exclusivamente constituídas por catadores de materiais recicláveis que tenham a catação como única fonte de renda;

2.1.2 Não possuam fins lucrativos;

2.1.3 Possuam infraestrutura adequada para realizar o recolhimento, o transporte, a triagem e a classificação dos resíduos descartados;

2.1.4 Apresentem o sistema de rateio entre associados e cooperados;

2.1.5 Apresentem comprovação de regularidade fiscal.

2.2 A comprovação dos documentos será feita mediante a apresentação de:

a. estatuto ou contrato social (subitens 2.1.1 e 2.1.2);
b. parecer decorrente de vistoria in loco do órgão fiscalizador às dependências da habilitante, na forma do Anexo II (subitem 2.1.3);
c. declaração da respectiva associação ou cooperativa, acompanhada de planilha contendo as informações dos ganhos de cada associado ou cooperado nos seis meses imediatamente anteriores à
data da publicação deste edital, devendo nela constar a assinatura de cada membro, conforme modelo constante no Anexo V (subitem 2.1.4);
d. (1) prova de inscrição no Cadastro Nacional de Pessoa Jurídicas (CNPJ); (2) prova de inscrição

Clique AQUI para acessar o edital completo !

Esse conteúdo precisa alcançar mais pessoas. Compartilhe!

Agora é a sua vez. Você acha que consegue contribuir com o conteúdo acima? Deixe seu comentário!

Não pare agora, continue lendo

Dep. Arnaldo Jardim
Gleysson B. Machado

Etanol e canavial no limite

O Brasil está prestes a perder uma enorme vantagem mundial conquistada com muito esforço e muitos investimentos em quase quarenta anos para produzir em grande

veja Mais »