QUEM VAI FAZER O GERENCIAMENTO DE RESÍDUOS E FECHAR A CONTA DO LIXO?

O lixo nosso de cada dia. Existem diretrizes, Lei , universidades que formam Engenheiros Ambientais, por quê o lixo ainda é um problema? O que um Engenheiro Ambiental Sanitarista aprende na faculdade? Quem ou o quê poderá nos salvar? Quem pode ser um profissional altamente qualificado para resolver os problemas de gerenciamento de resíduos?

O lixo está entre os principais problemas nos grandes centros urbanos. Sem sombra de dúvidas, a falta de gerenciamento de resíduos sólidos é o buraco negro que degrada a saúde pública, o meio ambiente, a economia e a dignidade de toda a sociedade.

Boa parte das pessoas tentam se esquivar jogando a responsabilidade para terceiros. Mas na verdade, este problemão é de todos nós que produzimos, consumimos e descartamos. E o pior, conseguimos a façanha de multiplicar ao longo dos tempos a capacidade de poluir, degradar e destruir.

O lixo nosso de cada dia

Na antiguidade, a quantidade de lixo produzida era pequena e sua reciclagem se dava naturalmente. Porém nossa crescente “gana” de consumo e velocidade de descarte estão nos condenando. Prova disso, são as constantes enchentes e alagamentos por todo o planeta.

Você quer trabalhar ou empreender no setor de resíduos mas não sabe por onde começar? Boas notícias! Não precisa fazer faculdade! Este curso foi feito pra você!

A quantidade de lixo acumulado em ruas, bueiros, córregos e rios, aumentam as possibilidades de enchentes. Além das vidas perdidas em alagamentos, somam-se grandes prejuízos à sociedade e aos cofres públicos. Quem é responsável por isso?

Precisamos com urgência fazer a destinação adequada de todos os resíduos produzidos. Até mesmo porque, despertar a consciência em todos para redução ou não geração, ainda é um desafio quase imensurável. Você que lê agora este artigo, pode estar [email protected] porque separa seu lixo doméstico.

Tenho uma má notícia: ainda que separados, se na sua cidade não existe serviço de coleta seletiva, estes também, podem parar onde não deveriam chegar. Até o papelzinho inocente de bala jogado sem culpa nas ruas, junta-se a uma montanha de mais ou menos 79 milhões de toneladas de lixo produzidas todos os anos só no Brasil.

Mesmo que separe seu lixo, se sua cidade não possui serviço de coleta seletiva, vai tudo termenir misturado onde não deveria estar. Por isso o gerenciamento de resíduos é fundamental
Se você separa seu lixo, mas não o entrega para um catador ou reciclador, ele vai acabar misturado no caminhão, ou em lugares indesejáveis.

A falta de gerenciamento de resíduos faz do lixo nosso de cada dia, personagem relevante no agravamento de impactos ambientais e sociais.

Existem diretrizes, Lei, universidades que formam Engenheiros Ambientais, por quê o lixo ainda é um problema?

Aqui temos um paradoxo! Temos uma lei riquíssima, muito bem elaborada e sancionada em Agosto de 2010, a 12.305/10 que institui a Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS). Esta Lei, é praticamente um passo a passo para o desenvolvimento de planos de gerenciamento e do setor de resíduos.

Além da lei, o Governo Federal da época, fomentou e instituiu universidades tecnológicas por todo país com ênfase em Engenharia Ambiental. O objetivo era formar profissionais capacitados para implementar a Lei e solucionar os problemas com lixo.

O que um Engenheiro Ambiental Sanitarista aprende na faculdade?

O conhecimento e a experiência no espaço acadêmico, é sem dúvidas, muito importante, porém é preciso mais que aprender normas na faculdade de engenharia ambiental, é preciso aprender fazer gerenciamento de resíduos com mpreendedorismo ambiental
Para uma gestão e gerenciamento de resíduos eficaz, é preciso dominar o empreendedorismo ambiental, conhecer o mercado de resíduos sólidos e apontar os caminhos para o desenvolvimento deste setor.

Se procurarmos o que aprende um Engenheiro Ambiental e Sanitaristas, vamos encontrar várias explicações onde consta: “Engenharia Ambiental é uma graduação voltada para o desenvolvimento sustentável, integrando as dimensões social, ecológica, tecnológica e econômica do meio ambiente. O principal objetivo é desenvolver técnicas de preservação do ar, da água e do solo. Além disso, estuda os problemas do meio ambiente para projetar, operar e construir sistemas de esgoto e água, sempre respeitando os limites de exploração ambiental”.

Com certeza, cada pessoa que presta vestibular nesta área, tem antes de tudo, o desejo de fazer algo para proteger o meio ambiente. Entram na faculdade com sede de sustentabilidade, cheios de esperança e muita disposição para fazer acontecer. Passam 5 anos aprendendo a preencher protocolos e cumprir burocracias.

As universidades são importantíssimas! Mas é preciso juntar conhecimento acadêmico com o empreendedorismo ambiental. Ou terminaremos nossos dias habitando em cavernas escavadas em montanhas de lixo!

Quem ou o quê poderá nos salvar?

Rios transbordam por conta de lixo acumulado nas galerias pluviais e descartados sem gerenciamento de resíduos
A falta de destinação ambientalmente adequada para o lixo, é um dos fatores que causam alagamentos e aumentam a fúria das enchentes.

Temos a Lei , temos milhares de profissionais graduados, ainda assim, o problema do lixo se agrava a cada minuto! Quem ou o quê poderá nos salvar? O profissional qualificado em gerenciamento de resíduos e especializado em empreendedorismo ambiental.

Considerando a alta produção de resíduos tanto nas cidades como nas áreas rurais, podemos concluir que não teremos espaço para pessoas e lixo. Avaliando que praticamente 90% dos resíduos podem ser reaproveitados como matéria-prima secundária e matriz energética, fica óbvio que não haverá plano de gerenciamento eficaz sem desenvolver o mercado de resíduos.

Sendo assim, o profissional em gerenciamento de resíduos precisa acima de tudo, conhecer o mercado de resíduos para desenvolver esta cadeia produtiva. Através da reciclagem, compostagem e biodigestão para os resíduos orgânicos (inclusive efluentes de esgotos industriais ou domésticos), é possível dar a destinação realmente adequada para os resíduos que produzimos.

Quem pode ser um profissional altamente qualificado para resolver os problemas de gerenciamento de resíduos?

Seja você o profissional que resolve a questão do gerenciamento de reíduos e os problemas ambientais e fecha a matemática dos resíduos sólidos
Você pode ser um profissional altamente qualificado que resolve a equação do gerenciamento de resíduos.

Você se preocupa cada vez que chove com enchentes e deslizamentos? Se incomoda com o lixo nas ruas e esgotos despejados nos rios? Procura uma forma de ajudar pessoas e o meio ambiente? Quer ser uma pessoa que resolve problemas e faz sua parte para a coletividade com lucratividade para todos?

Respondeu com um sim ao menos uma das questões acima? Então você pode ser este profissional de gerenciamento qualificado e capaz de apontar soluções. Ao contrário do que se pensa, para ser este profissional, você não precisa de faculdade, nem apoio político, nem investimentos absurdos.

Você só precisa do Virapuru Training Center. Aqui você encontra o curso *PIGRS – Profissional Internacional em Gerenciamento de Resíduos. Neste treinamento você aprende empreendedorismo ambiental e conhece os detalhes do mercado de resíduos. Com o *PIGRS, você se qualifica para desenvolver projetos de gestão e gerenciamento de resíduos, promovendo a cadeia produtiva.

Você pode resolver a equação da destinação ambientalmente adequada dos resíduos. Quer ser este profissional?

 

Esse conteúdo precisa alcançar mais pessoas. Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no telegram
Agora é a sua vez. Você acha que consegue contribuir com o conteúdo acima? Deixe seu comentário!

Não pare agora, continue lendo

CORE 4P
Gleysson B. Machado

Reciclagem de Lâmpadas

Lâmpadas fluorescentes ou incandescentes? Quais os seus impactos ambientais? O que diz a legislação? Como funciona a reciclagem de lâmpadas? Em primeiro lugar, nunca se

veja Mais »