fbpx
dezembro 17, 2013
1
||||| 0 |||||
4137

Reciclagem de Resíduos Sólidos Eletrônicos

Você jamais enxergará o lixo como lixo!

Depósito de Resíduos Eletrônicos

O que são resíduos eletrônicos? Como é a Reciclagem de Resíduos Sólidos Eletrônicos? Quais são melhorias para o setor de Reciclagem de Resíduos Eletrônicos?

A era digital é caracterizada pela velocidade das mudanças, ou seja, o que é lançamento hoje provavelmente se torne obsoleto amanhã. Essas mudanças ocorrem em velocidades nunca vistas antes. Já que o consumismo estimula o descarte de produtos recém ultrapassados, pois perdem quase que totalmente o seu valor. Consequentemente, a soma desses fatores contribuem para o aumento vertiginoso da produção de resíduos eletrônicos.

Por sua vez, resíduos eletrônicos, são constituídos principalmente por metais pesados, gases e substâncias cancerígenas. O agravante desse cenário está no risco de contaminação que esses compostos oferecem às pessoas e ao meio ambiente. Uma vez na livres na natureza contaminam o solo, águas superficiais e subterrâneas, colocando em colapso o equilíbrio ecológico. Em decorrência disso, se uma pessoa beber dessa água ou se alimentar desses animais, ela também se contamina. Pois a maioria desses compostos agem da maneira acumulativa nos organismos e se locomovem ao longo da cadeia alimentar.

A reciclagem de resíduos sólidos eletrônicos é a saída mais sustentável para mudar esse quadro alarmante. Os componentes de placas eletrônicas são verdadeiras minas de metais preciosos, ainda por cima, são de fácil acesso. Dessa forma, é bem menos trabalhoso do que o garimpo tradicional. Dentre os metais preciosos podemos citar: ouro, prata, platina, cobre, etc.

comercio de reciclaveis, compra e venda de reciclaveis, reciclagem de residuos,

Curso EXCLUSIVO que revela todos os segredos sobre a compra e venda de recicláveis. Sua vida nunca mais será a mesma depois que descobrir isso.

“Com a tecnologia correta, as usinas recicladoras vem se tornando verdadeiros garimpos modernos” André Luís Ferreira

Então ouça o que os consultores têm a dizer a respeito das tecnologias que envolvem esse negócio. Veja como funciona a USINA DE RECICLAGEM DE RESÍDUOS DE EQUIPAMENTO ELETROELETRÔNICOS DE FRANKFURT e agarre essa oportunidade preciosa!

O que são resíduos eletrônicos?

Os processos de Reciclagem de Resíduos Sólidos Eletrônicos visam recuperar matéria prima secundária para a fabricação de novos produtos. Antes de se falar em reciclagem é preciso entender um pouco sobre o conceito de resíduos eletrônicos.

A definição de Equipamentos Elétricos ou Eletrônicos – EEE é dada pela Diretiva 2002/96/CE, em seu Art. 3°: “cujo funcionamento adequado depende de correntes elétricas ou campos eletromagnéticos, bem como os equipamentos para geração, transferência e medição dessas correntes e campos e concebidos para utilização com uma tensão nominal não superior a 1.000 V para corrente alternada e 1.500 V para corrente contínua.”

Já os “Resíduos de Equipamentos Elétricos e Eletrônicos” ou “REEE” são definidos, de acordo com a mesma lei, da seguinte forma: “todos os componentes, subconjuntos e materiais consumíveis que fazem parte do produto no momento em que este é descartado.”

Então o que diferencia equipamento eletrônico de resíduo eletrônico é simplesmente o descarte. A partir do momento que um equipamento eletrônico se torna obsoleto e inutilizável, é considerado resíduo eletrônico.

São 59 páginas bastante ilustradas e com links para alguns vídeos exclusivos. O conteúdo do eBook abrange A biodigestão anaeróbia, Fatores que influem na produção de biogás, As fases da biodigestão anaeróbia com informações detalhadas sobre a Hidrólise, Acidogênese, Acetogênese, Metanogênese e Sulfatogênese.

A definição para os resíduos eletrônicos mais próximos do que imaginamos seria os da categoria 3, de acordo com a classificação europeia. Como mostrados abaixo:

Equipamentos informáticos e de telecomunicações: Equipamentos para o processamento centralizado de dados (Macrocomputadores (mainframes). Bem como Minicomputadores, Unidades de impressão; Equipamentos informáticos pessoais, Computadores pessoais (CPU, Mouse, ecrã e teclado incluídos). Além disso Computadores portáteis laptop, notebook, notepad, Impressoras, Copiadoras, Máquinas de escrever elétricas e eletrônicas e calculadoras de bolso. Além de outros produtos e equipamentos para recolher, armazenar, tratar, apresentar ou comunicar informações por via eletrônica. Ademais os sistemas e terminais de utilizador, telecopiadoras, telex, telefones, postos telefônicos públicos, Telefones sem fios, celulares e respondedores automáticos. Por fim, outros produtos ou equipamentos para transmitir som, imagens ou outras informações por telecomunicação.

Como é a Reciclagem de Resíduos Sólidos Eletrônicos?

A tecnologia padrão para a Reciclagem de Resíduos Sólidos Eletrônicos da categoria 3 é o tratamento mecânico. Dessa forma, compreende as fases de desmontagem, trituração e separação dos resíduos. Ao passo que podem ocorrer também outros processos térmicos com o objetivo de separação dos materiais. A saber: Derretimento, Pirólise ou tecnologias específicas de Dissolução. Embora, muitas vezes ocorre a combinação das tecnologias citadas.

As tecnologias atuais utilizadas em países como a Alemanha podem ser dividas por exemplo, de acordo com as seguintes funções:

  • Separação automática dos resíduos de acordo com suas características físicas;
  • Separação e extração de gases e líquidos;
  • Desmontagem com o objetivo de extração de matérias recicláveis ou reutilizáveis;
  • Trituração e classificação;
  • Seleção dos resíduos em função de propriedades físicas como Densidade, magnetismo, tamanho das frações, peso, etc …
  • Tecnologia de reciclagem (tratamento térmico ou mecânico) dos metais, plásticos, vidros, …
  • Entre outras.

Na figura abaixo você pode conferir o processo comum de reciclagem de resíduos de equipamentos eletrônicos na Alemanha.

Você jamais enxergará lixo como lixo.

Processo de Reciclagem de Resíduos de Equipamentos Eletrônicos na Alemanha

Quais são melhorias para o setor de Reciclagem de Resíduos Eletrônicos?

Uma grande contribuição ao setor de reciclagem de resíduos eletrônicos poderia ser dada com a implantação de identificações eletrônicas dos equipamentos fabricados. Através do uso de tecnologias como Radio Frequency Identification (identificação por frequência de rádio). Pequenos RFID-Transponder poderiam ser instalados nos equipamentos contendo uma lista exata de todos os materiais utilizados na fabricação. Como se fosse um histórico daquele equipamento, ou peça, e indicações sobre os métodos indicados de processamento dos mesmos.

Esse sistema traria vantagens para os fabricantes que poderiam identificar com maior precisão a rota traçada pelos equipamentos. Bem como, oferece aos consumidores opções de reciclagem, reparos, cuidados especiais através da internet. Desse modo, facilitaria a implantação de um sistema de coleta seletiva e logística reversa no país. Por outro lado, o fabricante poderia informar ao consumidor os perigos contidos em seus produtos e como deveriam ser tratados.

Veja como funciona a USINA DE RECICLAGEM DE RESÍDUOS DE EQUIPAMENTO ELETROELETRÔNICOS DE FRANKFURT e sinta na pele o potencial desse mercado!

Consultoria e Visitas Técnicas

O Portal Resíduos Sólidos organiza excursões técnicas para visitar centrais de reciclagem na Europa para grupos com no mínimo 5 pessoas. Entre em contato através do email [email protected] com o seu telefone (fixo e móvel), nome e site da empresa, data prevista para a excursão e se possível, o nome das pessoas que irão participar.

Além disso, oferecemos consultoria para a concepção de projetos como os descritos aqui, desde a sua fase de confecção do Plano de Negócio.

Gostaria de ter mais tópicos como este? Clique no botão +1 do Google logo abaixo

Palavras chaves: processo de reciclagem de lixo eletrônico; como montar uma empresa de reciclagem de eletrônicos; empresa de reciclagem de lixo eletrônico; reciclagem de lixo eletrônico no brasil; reciclagem de resíduos eletrônicos; quem compra lixo eletrônico; reciclagem de sucata eletrônica; reciclagem de eletrônicos sp.

Share this:
Tags:

About Gleysson B. Machado

Gleysson B. Machado

Sou especialista em transformar problemas ambientais em negócios sustentáveis. Formado em Dip. Ing. Verfahrenstechnik (Eng. Química) pela Universidade de Ciências Aplicadas de Frankfurt/M na Alemanha com especialização e experiência em Tecnologias para geração de Energia e Engenharia Ambiental. Larga experiência em Resíduos Sólidos com foco em Biodigestores Anaeróbios

  • Instagram
  • LinkedIn
  • Email

1 Comments

  • Leonardo Siqueira
    2014-11-13 19:52

    Caros,

    Apenas a título informativo, este processo já está sendo feito no Brasil, com tecnologia e processos para a separação e refino dos metais, como é realizada na Bélgica e outros países…

    No mundo existem aproximadamente 7 empresas com esta tecnologia e no Brasil, apenas uma, há 10 anos, realiza estas execuções, em pequena escala e com uma margem de lucro extremamente alta…

    Conheço porque além de ter prestado consultoria, trabalhei, diretamente na empresa em um período que ultrapassou 1 ano.

    Enfim, estamos caminhando… mas o nível de conhecimento técnico é, ainda, muito baixo, tanto nas empresas que fazem a “logística reversa”, quanto no mercado de investimentos para estes fins…

Add Comment