fbpx
abril 30, 2014
0
||||| 1 |||||
1236

Recolhimento de resíduos eletroeletrônicos em Petrolina-PE

Com os avanços tecnológicos – conquistas da sociedade contemporânea – o perfil do lixo urbano vem sofrendo alterações do ponto de vista qualitativo e quantitativo. É cada vez mais marcante a presença dos chamados “resíduos tecnológicos”. Dentre eles destacam-se no ambiente urbano as lâmpadas, os produtos eletroeletônicos (eletrodomésticos, telefones celulares, computadores, impressoras, fotocopiadoras, etc) e as pilhas e bateriais.

Mesmo com a aprovação da LEI 12.305/2010 e seu prazo a cada dia mais curto para a implantação das exigências previstas na referida lei podemos presenciar em nosso cotidiano esse tipo de resíduos sendo jogado juntamente com os resíduos domiciliares onde irão para os aterros sanitários que não estão aptos a receber esse tipo de material colocando em risco os lençóis freáticos através da contaminação do solo pelo seus metais pesados.

Saiba tudo sobre Tecnologia de Reciclagem de Equipamentos Eletrônicos no Portal Resíduos SólidosA extração de matéria prima secundária a partir de resíduos de equipamentos eletrônicos pode ser um grande negócio no Brasil e em países que ainda não possuem recicladoras suficientes para tratar o seu próprio resíduo desde que haja um bom planejamento e se conheça as estratégias de mercado deste setor. Um bom exemplo de funcionamento de uma usina profissional está localizado na cidade de Frankfurt na Alemanha. A recicladora de equipamento eletrônicos de Frankfurt qualifica, treina e emprega pessoas na região além de dar um exemplo de lucratividade. Todas essas etapas estão devidamente explicadas no “Curso Online de Tecnologia de Reciclagem de resíduos eletrônicos” do Portal Resíduos Sólidos.

Cidade de Petrolina no Estado de Pernambuco

Cidade de Petrolina no Estado de Pernambuco

Centenas de Vídeos gratuitos sobre o setor de Resíduos Sólidos para você. Inscreva-se e aproveite!

Quem é obrigado a implantar e estruturar a logística reversa?

“Art. 33. São obrigados a estruturar e implementar sistemas de logística reversa, mediante retorno dos produtos após o uso pelo consumidor, deforma independente do serviço público de limpeza urbana e de manejo dos resíduos sólidos, os fabricantes, importadores, distribuidores e comerciantes de:

  • I – agrotóxicos, seus resíduos e embalagens;
  • II – pilhas e baterias;
  • III – pneus;
  • IV – óleos lubrificantes, seus resíduos e embalagens;
  • V – lâmpadas fluorescentes, de vapor de sódio e mercúrio e de luz mista;
  • VI – produtos eletroeletrônicos e seus componentes.”

O Projeto Piloto de Logística Reversa de Resíduos Eletroeletrônicos realizado pelo INRE – INSTITUTO NACIONAL DE RESÍDUOS em parceria com a GEREE – Gestão Estratégica de Resíduos Eletroeletrônicos já está em andamento em 11 cidades em 9 estados diferentes e no ultima dia 07 foi a vez do Recolhimento de resíduos eletroeletrônicos em Petrolina-PE. Com o objetivo de dar o destino correto ao lixo eletrônico de Petrolina, foi lançado nesta segunda-feira (07) um projeto que facilita a coleta de resíduos eletroeletrônicos, tais como: televisores, aparelhos de som, videocassete, DVD’s, micro-ondas, computadores, notebooks e impressoras. O material poderá ser descartado até o dia 7 de junho em vários pontos de coletas espalhados pelos municípios. O descarte é gratuito, será necessário, apenas, fazer o preenchimento de um termo de doação e descarte de resíduos eletroeletrônicos. Por e-mail, o doador receberá um certificado de destinação que garantirá o descarte responsável e ambientalmente correto do aparelho. O projeto piloto é uma iniciativa do Instituto Nacional de Resíduos (INRE) e da Gestão Estratégica de Resíduos Eletroeletrônicos (GEREE), com apoio da Associação Brasileira das Entidades Representativas e Empresas de Serviço Autorizado em Eletroeletrônicos (ABRASA) e da Sanvale Gestão Ambiental Integrada. Poderão ser descartados todos os tipos de resíduos eletroeletrônicos, com exceção de: tonner, cartucho, geladeiras, freezeres, máquinas de lavar (roupas ou louças), condicionadores de ar e lâmpadas.

Projeto Piloto de Logística Reversa de Resíduos Eletroeletrônicos

Projeto Piloto de Logística Reversa de Resíduos Eletroeletrônicos

O Piloto recebe aparelhos em qualquer estado de conservação, independentemente de modelo, marca ou fabricante. No momento da entrega do(s) aparelho(s), o consumidor deverá preencher e assinar o termo de doação do equipamento. O termo de doação é importante, pois permite ao reciclador a realização da reciclagem do equipamento entregue. Completada a reciclagem do resíduo, será emitido um certificado de destinação ambientalmente adequada que será enviado por email ao consumidor, comprovando a sua participação na logística reversa de equipamentos eletroeletrônicos.

Segundo o consultor em gestão de Gerenciamento de Resíduos Eletroeletrônicos e Diretor de Relações Governamentais da Associação Brasileira de Empresas de Reciclagem de Eletroeletrônicos (ABERE), Ronylson Freitas, são várias as dificuldades para implantação da logística reversa no Brasil: dimensões continentais, falta de conscientização e até mesmo de espaço para recebimento desses itens inutilizados.

Entre os inúmeros benefícios da destinação ambientalmente adequada dos resíduos eletroeletrônicos merecem destaque o fato de diminuir o volume do aterro e aumentar sua vida útil, diminuir a contaminação dos solos, gerar emprego e renda locais e diminuir pressão sobre fontes de recursos naturais não renováveis.

Com o Plano de Negócio para Recicladoras de Resíduos de Equipamentos Eletro-eletrônicos da EnviTeSB Ltda você poderá começar grande com investimento baixo.

Com o Plano de Negócio para Recicladoras de Resíduos de Equipamentos Eletro-eletrônicos da EnviTeSB Ltda você poderá começar grande com investimento baixo.

Você sabia que …

  • Cerca de 40 milhões de toneladas de lixo eletrônico são gerados por ano no mundo?
  • Entre os países emergentes, o Brasil é o país que mais gera lixo eletrônico?
  • A cada ano o Brasil descarta: cerca de 97 mil toneladas métricas de computadores; 2,2 mil toneladas de celulares; 17,2 mil toneladas de impressoras?

Vale lembrar que o primeiro passo para evitar a poluição do meio ambiente é fazer a coleta seletiva em casas, escolas e empresas. O lixo eletrônico deve sempre ser separado dos resíduos orgânicos e dos materiais recicláveis (papel, plástico, metal).

Lucivaldo Ferreira – Colunista do Portal Resíduos Sólidos
(Fonte: Pnuma – Programa da ONU para o Meio Ambiente, INRE Instituto Nacional de resíduos).

Share this:
Tags:

About gleysson

gleysson

Sou especialista em transformar problemas ambientais em negócios sustentáveis. Formado em Dip. Ing. Verfahrenstechnik (Eng. Química) pela Universidade de Ciências Aplicadas de Frankfurt/M na Alemanha com especialização e experiência em Tecnologias para geração de Energia e Engenharia Ambiental. Larga experiência em Resíduos Sólidos com foco em Biodigestores Anaeróbios

  • LinkedIn
  • Email

Add Comment