fbpx
fevereiro 28, 2015
||||| 1 |||||
2865

Resíduos de Equipamentos Eletro-Eletrônicos – REEE

Resíduos de equipamentos eletroeletrônicos

O que fazer com os resíduos de equipamentos eletrônicos?

O que é Resíduos de Equipamentos Eletro-Eletrônicos – REEE? Quais os equipamentos eletroeletrônicos e seus componentes? Qual a  classificação dos Equipamentos e Grupos de Recuperação de Resíduos?

Em um mundo globalizado, a tecnologia tornou-se um item indispensável na vida do homem. A cada dia surgem inovações tecnológicas com o objetivo de facilitar a realização de alguma atividade humana. Em contrapartida, diante desses avanços tecnológicos, no Brasil há uma extrema necessidade de avançar com o tratamento de resíduos de equipamentos eletro-eletrônicos. Mas o que deve ser realizado para que isso aconteça?

Experiências bem sucedidas na Europa, comprovam que é preciso inicialmente uma legislação que classifique os diferentes tipos de resíduos eletrônicos. No Brasil, além da NBR 10.004/04, existe a Instrução Normativa Ibama nº 13, conhecida como Lista Brasileira de Resíduos Sólidos.

A partir de sua classificação torna-se possível realizar a segregação adequada dos resíduos e destiná-los ao seu devido tratamento. Conheça mais sobre USINAS DE RECICLAGEM DE RESÍDUOS ELETROELETRÔNICOS, e se profissionalize nesse mercado promissor.  

caminhos para o sucesso profissional, como agir para alcançar uma carreira de sucesso, sucesso na carreira frases, como alcançar o sucesso na vida, sucesso profissional definição, sucesso na carreira profissional frases, sucesso profissional redação, sucesso profissional conceito

Segredo revelado! Agora você pode saber como planejar sua carreira profissional no setor de resíduos sólidos. Vamos lá?

O que é Resíduos de Equipamentos Eletro-Eletrônicos – REEE?

Antes de se falar em resíduos eletrônicos, a diretiva europeia define Equipamentos Eletroeletrônicos da seguinte forma:

Diretiva 2002/96/CE do Parlamento Europeu Art. 3° a) “Equipamentos eléctricos e electrónicos”, ou “EEE”:

“equipamentos cujo adequado funcionamento depende de correntes eléctricas ou campos electromagnéticos. Bem como os equipamentos para geração, transferência e medição dessas correntes e campos, pertencentes às categorias definidas no anexo I A”.

Atualmente a definição de Resíduos de Equipamentos Eletroeletrônicos – REEE mais aceita atualmente vem da Comunidade Européia. A definição de resíduos de equipamentos eletro-eletrônicos é portanto:

Diretiva 2002/96/CE do Parlamento Europeu Art. 3° b) “Resíduos de equipamentos eléctricos e electrónicos” ou “REEE”:

“equipamentos eléctricos ou electrónicos que constituem resíduos, nos termos da alínea a) do artigo 1º da Directiva 75/442/CEE. Inclui todos os componentes, subconjuntos e materiais consumíveis que fazem parte do produto no momento em que este é descartado”

A composição dos equipamentos eletrônicos que se tornarão resíduos é um outro fator de relevância. Isso porque, são extremamente peculiar e individual para cada categoria de equipamento. Celulares costumam ter uma proporção de materiais com alto valor agregado (metais nobres), do que impressoras, constituídas basicamente por plástico.

Quais os equipamentos eletroeletrônicos e seus componentes?

Existem milhares de equipamentos eletroeletrônicos no mundo atualmente. Alguns com mais funções eletrônicas outros nem tanto. Entre aparelhos de celulares, computadores, sistemas de navegação, tablets, dentre outros, estamos sempre buscando uma maneira inteligente de automatizar funções. Com funções cada vez mais complexas, a automação está presente desde o cozimento até mesmo a criação de robôs, para missões impossíveis de realizar pelo ser humano. Hoje, com o auxílio de robôs conseguimos levantar dados que nos auxiliam a compreender melhor, o lugar onde vivemos.

Qual a  classificação dos Equipamentos e Grupos de Recuperação de Resíduos?

Os EEE são classificados na Comunidade Européia em 10 categorias que vão desde os Grandes Eletrodomésticos até os Distribuidores automáticos. Veja essa classificação na na figura abaixo:

Os Grupos de Recuperação tem relação direta com os diferentes processos de reciclagem hoje praticados no continente europeu.

A Lista Brasileira de Resíduos Sólidos do IBAMA

Esta foi criada com o intuito de viabilizar uma melhor gestão e gerenciamento de resíduos sólidos no Brasil. O IBAMA publicou em 18 de dezembro de 2012, a Instrução Normativa Ibama nº 13, conhecida como Lista Brasileira de Resíduos Sólidos. Esta lista, padroniza a linguagem e terminologias usadas no país para a declaração dos materiais descartados. A partir disso, fica mais fácil tratar estatisticamente e comparativamente dados sobre a geração, destinação e disposição dos resíduos sólidos. Essa medida facilita também o manuseio do banco do SINIR, com a gestão menos confusa dos resíduos.

A Lista Brasileira de Resíduos Sólidos foi inspirada na Lista Europeia de Resíduos Sólidos (Commission Decision 2000/532/EC). Essa é uma das ferramentas para se disciplinar as declarações sobre a geração de resíduos nos diferentes países da União Europeia. Na lista brasileira, foi utilizada a mesma estrutura de capítulos, subcapítulos e códigos da lista europeia. Foram adaptadas as fontes geradoras de resíduos e acrescentados os resíduos constantes na antiga lista de resíduos da NBR 10.004/04. A adoção desta lista também facilitará o intercâmbio de informações no âmbito da Convenção de Basileia. A qual dispõe sobre a movimentação transfronteiriça de resíduos (exportação, importação e trânsito).

Palavras chave:

o que são resíduos eletroeletrônicos;o que são equipamentos eletroeletrônicos; resíduos eletroeletrônicos no brasil; resíduos eletrônicos classificação; resíduos eletrônicos legislação; gestão de resíduos eletroeletrônicos; resíduos eletrônicos; resíduos de equipamentos eléctricos e electrónicos reee.

Share this:
Tags:

About gleysson

gleysson

Sou especialista em transformar problemas ambientais em negócios sustentáveis. Formado em Dip. Ing. Verfahrenstechnik (Eng. Química) pela Universidade de Ciências Aplicadas de Frankfurt/M na Alemanha com especialização e experiência em Tecnologias para geração de Energia e Engenharia Ambiental. Larga experiência em Resíduos Sólidos com foco em Biodigestores Anaeróbios

  • LinkedIn
  • Email