O TRATAMENTO DE RESÍDUOS ORGÂNICOS URBANOS

Biodigestores urbanos são uma solução eficiente e sustentável para o tratamento de resíduos urbanos. Esses sistemas transformam resíduos orgânicos, como restos de comida e resíduos de feiras, em biogás e fertilizante orgânico de alta qualidade. Com o uso de biodigestores, podemos reduzir o impacto ambiental dos resíduos urbanos e gerar energia limpa.
O que são os resíduos orgânicos urbanos? O quê a PNRS orienta fazer com os resíduos orgânicos no Brasil? Tipos de tecnologia de tratamento de resíduos orgânicos urbanos? Quais os pré-requisitos para investir em tratamento de resíduos orgânicos urbanos? Como obter ajuda para desenvolver projetos de tratamento de resíduos orgânicos urbanos? Conheça o mercado de resíduos orgânicos e aproveite as oportunidades.  

COMPARTILHE

O tratamento de resíduos orgânicos urbanos. A destinação inadequada de resíduos orgânicos acarreta uma série de problemas ambientais e de saúde pública. Quando esses resíduos são depositados em aterros sanitários juntamente com outros tipos de resíduos, eles decompõem-se de forma anaeróbica, liberando metano, um gás de efeito estufa muito mais potente que o dióxido de carbono. Além disso, a decomposição inadequada dos resíduos orgânicos pode gerar lixiviados, líquidos percolados com alta carga de poluentes, que contaminam o solo e os corpos d’água próximos. Essa contaminação pode afetar a qualidade da água potável e comprometer os ecossistemas locais. A destinação correta dos resíduos orgânicos é essencial para mitigar esses problemas e promover uma gestão sustentável dos resíduos urbanos.

O tratamento de resíduos orgânicos apresenta diversas oportunidades de negócios e benefícios econômicos e ambientais. A compostagem e a digestão anaeróbica, por exemplo, permitem a produção de composto orgânico de alta qualidade, que pode ser comercializado como fertilizante natural. Além disso, a geração de biogás durante a digestão anaeróbica oferece uma fonte de energia renovável, podendo ser convertida em eletricidade ou calor. Essas soluções também contribuem para a redução das emissões de gases de efeito estufa, promovendo a sustentabilidade ambiental. A crescente demanda por práticas sustentáveis e a conscientização sobre a importância do tratamento dos resíduos orgânicos abrem oportunidades de negócio e impulsionam a economia circular.  

O complexo de tratamento de resíduos orgânicos KSK Kompostierungs-Service Käßmeyer GmbH é uma referência em soluções sustentáveis. Sua usina de compostagem transforma resíduos orgânicos em composto de alta qualidade, contribuindo para a fertilização do solo. Além disso, a usina de biogás converte esses resíduos em energia renovável, enquanto a usina de peletização produz pellets a partir de resíduos agrícolas. Uma abordagem completa e eficiente para o tratamento de resíduos orgânicos.
O KSK Kompostierungs-Service Käßmeyer GmbH oferece uma solução integrada para o tratamento de resíduos orgânicos. Sua usina de compostagem transforma restos de alimentos e outros materiais em composto de alta qualidade, usado na agricultura. A usina de biogás converte esses resíduos em energia limpa, reduzindo as emissões de gases de efeito estufa. Além disso, a usina de peletização produz pellets a partir de resíduos agrícolas, uma alternativa sustentável de combustível.

Para alcançar um tratamento de resíduos orgânicos moderno e eficiente, é necessário percorrer alguns caminhos essenciais. Em primeiro lugar, é crucial promover a conscientização e a educação da população sobre a importância da separação adequada dos resíduos orgânicos e da adoção de práticas sustentáveis. Além disso, é necessário investir em infraestrutura e tecnologias adequadas, como instalações de compostagem e digestão anaeróbica, além de sistemas de coleta e transporte eficientes. Parcerias entre setores público e privado podem impulsionar o desenvolvimento de soluções inovadoras e promover investimentos nessa área. Por fim, políticas governamentais e regulamentações claras devem ser estabelecidas para incentivar ações sustentáveis e garantir a implementação adequada do tratamento de resíduos orgânicos em larga escala.     

A especialização em Negócios com Biodigestores Comerciais (ENBC) é uma oportunidade única para aprender sobre uma área promissora e sustentável. Com o curso, você adquire conhecimentos técnicos e práticos sobre biodigestores, estudo de mercado, análise econômica e gestão de riscos. Além disso, poderá desenvolver projetos lucrativos, contribuindo para a produção de energia limpa a partir de resíduos orgânicos. Invista no ENBC e esteja preparado para o mercado em expansão dos biodigestores comerciais.
Se você busca uma especialização que une inovação, sustentabilidade e oportunidades de negócios, o curso ENBC é ideal para você. Através dele, você aprenderá sobre os princípios da biodigestão anaeróbia, dimensionamento de biodigestores, análise econômica e gestão de riscos. Com esses conhecimentos, você poderá criar projetos bem-sucedidos de biodigestores comerciais, atendendo às demandas de energia renovável e tratamento de resíduos. Prepare-se para ser um profissional de destaque nesse campo em ascensão.

O que são resíduos orgânicos urbanos?

Os resíduos orgânicos urbanos são materiais de origem biológica que são gerados nas áreas urbanas, resultantes das atividades diárias dos indivíduos e estabelecimentos nessas regiões. Esses resíduos são compostos principalmente por matéria orgânica de origem vegetal ou animal. Incluem restos de comida, cascas de frutas e legumes, borra de café, folhas, grama cortada, galhos de árvores e outros materiais biodegradáveis.

Os resíduos orgânicos urbanos são uma parte significativa do fluxo de resíduos sólidos nas cidades. Eles são gerados em residências, estabelecimentos comerciais, restaurantes, instituições, entre outros locais. Devido à sua natureza biodegradável, esses resíduos têm o potencial de serem tratados de forma sustentável e ambientalmente responsável.

Os resíduos orgânicos são compostos por materiais biodegradáveis, como restos de comida, cascas de frutas, folhas e outros resíduos vegetais. Esses resíduos têm o potencial de serem transformados em recursos valiosos, como composto orgânico e biogás, através de processos como a compostagem e a digestão anaeróbica. O tratamento adequado dos resíduos orgânicos é fundamental para reduzir o impacto ambiental e promover a sustentabilidade.
Os resíduos orgânicos são uma parte significativa do fluxo de resíduos sólidos e representam um desafio ambiental. Quando não são gerenciados corretamente, podem gerar odores desagradáveis, atração de pragas e emissão de gases de efeito estufa. No entanto, esses resíduos também oferecem oportunidades valiosas, como a produção de adubo natural e energia renovável. A compostagem e a biodigestão são técnicas eficazes para aproveitar o potencial dos resíduos orgânicos.

Quando não gerenciados adequadamente, os resíduos orgânicos podem causar vários problemas. Eles podem se decompor e gerar odores desagradáveis, atraindo pragas e vetores de doenças. Além disso, a disposição inadequada desses resíduos em aterros sanitários pode levar à produção de gases de efeito estufa, como o metano, que contribui para o aquecimento global. Além disso, a contaminação do solo e da água por resíduos orgânicos pode prejudicar os ecossistemas locais e afetar a qualidade dos recursos hídricos.

No entanto, os resíduos orgânicos urbanos também representam uma valiosa fonte de recursos. Eles podem ser tratados e processados por meio de técnicas como compostagem e digestão anaeróbica. A compostagem envolve a decomposição controlada dos resíduos orgânicos por meio de microrganismos, resultando na produção de composto orgânico rico em nutrientes, que pode ser utilizado como fertilizante. A digestão anaeróbica, por sua vez, é um processo no qual os resíduos orgânicos são decompostos por bactérias em um ambiente livre de oxigênio, gerando biogás e um subproduto chamado digestato, que também pode ser usado como fertilizante.

Além dos benefícios ambientais, o tratamento adequado dos resíduos orgânicos urbanos também pode criar oportunidades econômicas. A produção de composto e biogás pode gerar empregos e promover a economia circular, ao mesmo tempo em que reduz a dependência de fertilizantes químicos e fontes de energia não renováveis.

Para lidar de forma eficiente com os resíduos orgânicos urbanos, é necessário investir em infraestrutura adequada, sistemas de coleta seletiva e programas de conscientização. A educação pública desempenha um papel fundamental para incentivar a separação correta dos resíduos orgânicos na fonte, bem como promover práticas de compostagem doméstica. Parcerias entre governos, setor privado e sociedade civil são essenciais para promover o desenvolvimento de soluções inovadoras e integradas de gestão de resíduos orgânicos urbanos, garantindo um futuro mais sustentável para as cidades.

O quê a PNRS orienta fazer com os resíduos orgânicos no Brasil?

A PNRS (Política Nacional de Resíduos Sólidos), lei brasileira nº 12.305/2010, orienta que os resíduos orgânicos devem ser tratados de forma adequada, priorizando a sua redução na fonte, a reciclagem e a valorização energética, com a disposição final ambientalmente adequada como última opção.

A PNRS estabelece a hierarquia de gestão de resíduos, conhecida como “5R”: redução, reutilização, reciclagem, recuperação energética e disposição final adequada. No caso dos resíduos orgânicos, a prioridade é dada à redução na fonte, ou seja, evitar a geração desses resíduos por meio de práticas como o aproveitamento integral dos alimentos e a compostagem doméstica.

A usina de biogás em Erkheim, Alemanha, é um exemplo de excelência no tratamento de resíduos orgânicos. Com tecnologia avançada, ela transforma restos de alimentos e outros materiais orgânicos em biogás, uma fonte limpa e renovável de energia. Além disso, o subproduto da digestão anaeróbica é utilizado como fertilizante orgânico, fechando o ciclo sustentável. Um exemplo inspirador de gestão inteligente de resíduos.
Em Erkheim, Alemanha, a usina de biogás é um modelo de sucesso no tratamento de resíduos orgânicos. Com sua digestão anaeróbica eficiente, converte resíduos alimentares em biogás, que é utilizado para produção de eletricidade e calor. Além disso, o resíduo resultante é transformado em fertilizante orgânico de alta qualidade, promovendo a sustentabilidade agrícola. Um exemplo brilhante de economia circular e aproveitamento máximo dos resíduos orgânicos.

Quando a redução na fonte não é possível, a PNRS incentiva a reciclagem e a valorização energética dos resíduos orgânicos. A reciclagem pode ocorrer por meio da compostagem, processo em que os resíduos são decompostos em condições controladas, gerando composto orgânico utilizado como adubo na agricultura. Já a valorização energética é realizada por meio da digestão anaeróbica, em que os resíduos orgânicos são transformados em biogás, uma fonte de energia renovável.

A disposição final ambientalmente adequada, como último recurso, é recomendada apenas quando não há possibilidade de aplicação das outras etapas da hierarquia. Nesse caso, a destinação em aterros sanitários deve ser realizada com o devido controle e monitoramento ambiental para evitar impactos negativos no solo, água e ar.

A PNRS também incentiva a implementação de programas de coleta seletiva e a conscientização da população sobre a separação correta dos resíduos, incluindo os orgânicos, visando a sua destinação adequada e a promoção da economia circular.

Tipos de tecnologia de tratamento de resíduos orgânicos urbanos? 

Existem várias tecnologias disponíveis para o tratamento de resíduos orgânicos urbanos. Algumas das principais opções incluem:

  • Compostagem: É um processo biológico no qual os resíduos orgânicos são decompostos por microrganismos em condições controladas. Pode ser realizada em pequena escala, como compostagem doméstica, ou em grande escala, em instalações municipais. O resultado é a produção de composto orgânico, que pode ser utilizado como adubo na agricultura.
  • Digestão anaeróbica: É um processo em que os resíduos orgânicos são decompostos por bactérias em ausência de oxigênio. Isso gera biogás, uma mistura de metano e dióxido de carbono, que pode ser utilizado como fonte de energia renovável. Além do biogás, a digestão anaeróbica produz um subproduto chamado digestato, que pode ser usado como fertilizante.
  • Vermicompostagem: Envolve o uso de minhocas para decompor os resíduos orgânicos. As minhocas consomem o material orgânico e produzem vermicomposto, um fertilizante rico em nutrientes. É uma técnica adequada para pequenas escalas, como residências ou comunidades.
  • Incineração: É um processo de queima controlada dos resíduos orgânicos, transformando-os em cinzas. A energia térmica gerada pode ser aproveitada para produção de eletricidade ou calor. No entanto, a incineração pode gerar poluentes atmosféricos, e é necessário o uso de tecnologias de controle de emissões.
  • Tratamento biológico: Existem várias técnicas biológicas que podem ser aplicadas, como a bioestabilização e a biodigestão. Esses processos utilizam microrganismos para decompor os resíduos orgânicos, transformando-os em produtos úteis, como composto ou biogás.

É importante destacar que a escolha da tecnologia de tratamento de resíduos orgânicos depende de vários fatores, como a quantidade e a composição dos resíduos, a disponibilidade de recursos e infraestrutura, e as regulamentações locais. Em muitos casos, uma combinação de tecnologias pode ser adotada para maximizar a eficiência e os benefícios ambientais.

A CETRIC, localizada em Chapecó/SC, é referência no tratamento de resíduos orgânicos. Sua usina de biogás utiliza a digestão anaeróbica para converter os resíduos em biogás, uma fonte de energia renovável. Além disso, a empresa emprega técnicas de compostagem para produzir adubo orgânico, promovendo a economia circular. O complexo industrial da CETRIC é um exemplo de solução integrada e sustentável para o tratamento de resíduos orgânicos.
A usina de biogás da CETRIC, em Chapecó/SC, é um destaque no tratamento de resíduos orgânicos. Com um complexo industrial avançado, utiliza diversas tecnologias para o processamento eficiente desses resíduos. A digestão anaeróbica transforma os resíduos em biogás, que é convertido em energia limpa. Além disso, a usina incorpora técnicas de compostagem para produzir adubo orgânico de alta qualidade. Uma abordagem completa e sustentável para o tratamento de resíduos orgânicos.

Exemplo de um projeto real de tratamento de resíduos orgânicos urbanos

O projeto do Biodigestor de Resíduos Sólidos Orgânicos em Marl, Alemanha, é um exemplo real de tratamento de resíduos orgânicos urbanos. Esse biodigestor foi construído para processar resíduos orgânicos municipais, utilizando o processo de digestão anaeróbica.

Com uma capacidade de processamento de 300 toneladas por dia, o biodigestor é capaz de gerar energia com uma potência elétrica de 3 MW. Isso significa que ele produz eletricidade a partir do biogás resultante da decomposição dos resíduos orgânicos, contribuindo para a geração de energia renovável.

O projeto demandou um investimento significativo de aproximadamente € 20 milhões e emprega atualmente cerca de 120 funcionários. Além de tratar os resíduos orgânicos de forma sustentável, o biodigestor também gera empregos e contribui para a economia local.

A usina de biogás da empresa Refood, em Marl, Alemanha, é um exemplo impressionante de tratamento de resíduos orgânicos. Com uma potência elétrica de 3 MW, a usina utiliza a digestão anaeróbica para converter resíduos orgânicos em biogás, uma fonte de energia renovável. Com uma equipe de 120 funcionários dedicados, a Refood está liderando o caminho para uma gestão eficiente e sustentável de resíduos na região de Marl.
A empresa Refood, em Marl, Alemanha, opera uma usina de biogás de última geração para o tratamento de resíduos orgânicos. Com uma potência elétrica impressionante de 3 MW, a usina converte resíduos em biogás, uma fonte de energia limpa e renovável. Com uma equipe qualificada de 120 pessoas, a Refood demonstra seu compromisso com a sustentabilidade e a inovação no gerenciamento de resíduos.

Essa iniciativa demonstra como a implementação de tecnologias avançadas de tratamento de resíduos orgânicos pode ser viável em escala municipal. Além de reduzir a quantidade de resíduos destinados a aterros sanitários, o biodigestor de Marl contribui para a mitigação das emissões de gases de efeito estufa, a geração de energia limpa e a promoção da economia circular.

Projetos como esse mostram o potencial do tratamento de resíduos orgânicos urbanos não apenas como uma solução ambientalmente responsável, mas também como uma fonte de benefícios econômicos e sociais para as comunidades.

Quais os pré-requisitos para investir em tratamento de resíduos orgânicos urbanos? 

Para investir em tratamento de resíduos orgânicos urbanos, é importante considerar alguns pré-requisitos fundamentais. A seguir estão alguns dos principais aspectos a serem considerados:

  • Estudo de viabilidade: Antes de investir em qualquer projeto de tratamento de resíduos orgânicos, é essencial realizar um estudo de viabilidade completo. Isso inclui avaliar a disponibilidade e quantidade de resíduos orgânicos na região, analisar a infraestrutura necessária, considerar os aspectos regulatórios e legais, bem como fazer uma análise financeira para determinar a viabilidade econômica do projeto.
  • Parcerias e apoio governamental: É importante buscar parcerias e obter apoio governamental para o projeto. Isso pode incluir cooperação com autoridades municipais, órgãos reguladores e agências ambientais. O suporte governamental pode vir na forma de incentivos financeiros, facilitação de licenciamento, acesso a subsídios e financiamentos, bem como políticas favoráveis para a gestão de resíduos orgânicos.
  • Infraestrutura adequada: O investimento em tratamento de resíduos orgânicos requer a infraestrutura apropriada para a implementação das tecnologias escolhidas. Isso pode incluir instalações de compostagem, biodigestores, sistemas de coleta seletiva, equipamentos de processamento e armazenamento adequados. A disponibilidade de terrenos apropriados e a capacidade de gerenciamento operacional também são aspectos relevantes a serem considerados.
  • Capacidade técnica e conhecimento especializado: É importante ter acesso a profissionais com experiência e conhecimento especializado em tratamento de resíduos orgânicos. Isso inclui engenheiros ambientais, especialistas em compostagem, biogás e outras tecnologias relevantes. Além disso, a capacitação da equipe e a formação contínua são essenciais para garantir a operação eficiente e segura das instalações.
  • Análise de mercado e demanda: Antes de investir, é fundamental analisar o mercado e a demanda pelos produtos gerados a partir do tratamento de resíduos orgânicos, como composto orgânico ou biogás. Avaliar a disponibilidade de potenciais compradores e parceiros comerciais é importante para garantir a comercialização dos produtos finais.
  • Sustentabilidade financeira: Avaliar a sustentabilidade financeira do investimento é crucial. Isso envolve considerar o retorno sobre o investimento, os custos operacionais, a previsão de receitas e a capacidade de se adaptar a mudanças no mercado. Um plano de negócios detalhado e uma análise de riscos adequada são essenciais nesse sentido.

Investir em tratamento de resíduos orgânicos urbanos requer uma abordagem integrada que leve em consideração todos esses pré-requisitos. É importante fazer uma avaliação abrangente e cuidadosa para garantir o sucesso do projeto a longo prazo.

Como obter ajuda para desenvolver projetos de tratamento de resíduos orgânicos urbanos?

Para obter ajuda no desenvolvimento de projetos de tratamento de resíduos orgânicos urbanos, você pode contar com a assistência e expertise da Virapuru Engenharia e Sustentabilidade. A Virapuru é especializada em soluções sustentáveis de tratamento de resíduos e possui uma equipe de profissionais qualificados e experientes prontos para auxiliar em todas as etapas do projeto.

O Prof. Gleysson B. Machado, com formação e experiência no mercado europeu, é um profissional renomado que compartilha seu conhecimento com milhares de profissionais da área ambiental em todo o mundo. Através da internet, ele tem se dedicado a disseminar suas práticas e insights, capacitando e inspirando outros a fazer a diferença no campo ambiental.
Prof. Gleysson B. Machado, um especialista com experiência no mercado europeu, tem se destacado ao compartilhar seu conhecimento online com milhares de profissionais da área ambiental em todo o mundo. Seu compromisso em capacitar outros, fornecendo orientações práticas e insights valiosos, tem impactado positivamente a indústria e promovido práticas sustentáveis.

A seguir, apresento algumas maneiras de obter ajuda no desenvolvimento desses projetos:

  • Consultoria especializada: A Virapuru oferece serviços de consultoria especializada, onde sua equipe de especialistas pode fornecer orientações técnicas, realizar análises de viabilidade e propor soluções personalizadas para o tratamento de resíduos orgânicos urbanos. Eles podem auxiliar na escolha da tecnologia mais adequada, no dimensionamento do sistema, na elaboração de planos operacionais e no desenvolvimento de estratégias de gestão de resíduos.
  • Estudos de viabilidade: A empresa pode conduzir estudos de viabilidade para avaliar a viabilidade técnica, econômica e ambiental de projetos de tratamento de resíduos orgânicos urbanos. Esses estudos envolvem análises detalhadas dos fluxos de resíduos, identificação das melhores tecnologias de tratamento, estimativas de custos e benefícios, análise de riscos e identificação de oportunidades de financiamento.
  • Planejamento e modelagem de negócios: A Virapuru pode auxiliar no planejamento estratégico e na modelagem de negócios para projetos de tratamento de resíduos orgânicos urbanos. Isso inclui a definição de metas e objetivos, a identificação de parceiros estratégicos, a elaboração de planos de negócios, a projeção financeira e a análise de retorno sobre o investimento.
  • Implementação e gerenciamento de projetos: A empresa também oferece suporte na implementação e gerenciamento de projetos de tratamento de resíduos orgânicos urbanos. Isso envolve a supervisão da construção e instalação dos sistemas de tratamento, a coordenação das operações, o treinamento da equipe operacional e a monitorização do desempenho do projeto.

Ao escolher a Virapuru como parceira, você terá acesso a uma equipe especializada e comprometida em fornecer soluções personalizadas, sustentáveis e de alta qualidade para o tratamento de resíduos orgânicos urbanos. Com a experiência e o conhecimento da equipe, eles podem auxiliá-lo a desenvolver um projeto eficiente, econômico e ambientalmente responsável.

Para obter mais informações e iniciar uma parceria com a Virapuru no desenvolvimento de projetos de tratamento de resíduos orgânicos urbanos, você pode visitar o site oficial em virapuru.com ou entrar em contato através do e-mail comercial@virapuru.com. A equipe da Virapuru estará pronta para fornecer informações detalhadas, avaliar suas necessidades específicas e oferecer suporte para o sucesso do seu projeto de tratamento de resíduos orgânicos urbanos.

O mercado de biodigestores para o tratamento de resíduos orgânicos

Você já se perguntou como o mercado de biodigestores está revolucionando o tratamento de resíduos orgânicos? Se sim, temos um convite especial para você! Assista ao nosso vídeo informativo sobre o mercado de biodigestores e descubra como essa tecnologia inovadora está transformando a gestão de resíduos em uma solução sustentável e rentável.

Neste vídeo, você terá a oportunidade de aprender sobre os benefícios ambientais e econômicos dos biodigestores, bem como os diferentes tipos de biodigestores disponíveis no mercado. Entenderá como eles transformam resíduos orgânicos em energia limpa, como o biogás, contribuindo para a redução das emissões de gases de efeito estufa e para a promoção da economia circular.

Ao assistir ao vídeo, você poderá conhecer casos de sucesso de empresas e comunidades que adotaram os biodigestores como uma solução eficiente para o tratamento de resíduos orgânicos. Descobrirá como esses sistemas podem ser adaptados a diferentes escalas, desde residências e fazendas até grandes instalações municipais.

Além disso, terá acesso a informações sobre as tendências e perspectivas do mercado de biodigestores, incluindo os avanços tecnológicos e as oportunidades de investimento nesse setor promissor.

Se você se preocupa com o meio ambiente, busca alternativas sustentáveis para o gerenciamento de resíduos e está interessado em descobrir as possibilidades oferecidas pelos biodigestores, este vídeo é imperdível!

Então, não perca tempo! Assista agora mesmo ao nosso vídeo sobre o mercado de biodigestores e embarque nessa jornada rumo a um futuro mais verde e consciente. Clique no link abaixo e permita-se explorar as infinitas possibilidades que os biodigestores têm a oferecer. Você não vai se arrepender!

Descubra o mundo da gestão de resíduos com a VirapuruFlix! Acesse cursos e mentorias exclusivos sobre reciclagem, tratamento de resíduos e sustentabilidade. Ideal para empresários e ambientalistas que buscam inovar e liderar no mercado verde.
Amplie seu conhecimento em resíduos sólidos com a VirapuruFlix. Com conteúdo técnico avançado, é perfeito para acadêmicos e profissionais do setor ambiental. Assine e mantenha-se atualizado com as melhores práticas e tecnologias!
Picture of Gleysson B. Machado

Gleysson B. Machado

Sou especialista em transformar problemas ambientais em negócios sustentáveis. Formado em Dip. Ing. Verfahrenstechnik (Eng. Química) pela Universidade de Ciências Aplicadas de Frankfurt/M na Alemanha com especialização e experiência em Tecnologias para geração de Energia e Engenharia Ambiental. Larga experiência em Resíduos Sólidos com foco em Biodigestores Anaeróbios
Agora é a sua vez. Você acha que consegue contribuir com o conteúdo acima? Deixe seu comentário!

NOSSOS CURSOS

LEIA TAMBÉM

O Portal Resíduos Sólidos é o maior especialista em tratamento de resíduos em língua portuguesa
Tecnologias
Gleysson B. Machado

BIODIGESTOR RURAL DE OYTEN-ALEMANHA

O que é um biodigestor rural? Por que construir o biodigestor rural de Oyten? Como funciona o biodigestor rural de Oyten? Como ganhar dinheiro com um biodigestor rural? Como montar um projeto comercial com biodigestor rural? O Biodigestor Rural de Oyten-Alemanha nos mostra como resolver essas questões.

veja Mais »