COMO É FEITA A RECICLAGEM DE VIDRO

reciclagem de vidro
Como funciona a reciclagem de vidro? Quais as vantagens ambientais da reciclagem de vidro? Como é realizada a segregação automática de vidros? Quais os tipos de reciclagem do vidro?

COMPARTILHE

A reciclagem de vidro quando não é realizada traz diversos problemas ambientais e econômicos para a sociedade. O vidro é um material que pode levar até um milhão de anos para se decompor na natureza, causando danos ao meio ambiente. A produção de vidro a partir de matéria-prima virgem consome muita energia e gera altas emissões de gases de efeito estufa.

A reciclagem de vidro é uma parte importante do esforço global para reduzir o desperdício, preservar os recursos naturais e proteger o planeta para as gerações futuras.” – ONU Meio Ambiente (Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente)

A reciclagem de vidro, por sua vez, reduz a quantidade de resíduos em aterros sanitários e economiza energia, já que o vidro reciclado derrete a temperaturas mais baixas. Por isso, é importante que a reciclagem de vidro seja incentivada e praticada para minimizar impactos negativos do vidro não reciclado.

a reciclagem de vidro é importante para preservar o meio ambiente
A reciclagem de vidro é necessária para reduzir os impactos nos aterros sanitários e no meio ambiente

No cenário ideal, a reciclagem de vidro é uma prática comum e rotineira em todos os setores da sociedade, desde os domicílios até as indústrias. Isso significa que os consumidores separariam o vidro usado dos demais resíduos e o depositariam em contêineres adequados, como os ecopontos.

Não precisa investir em galpão e nem fazer faculdade. O comércio de recicláveis é para quem quer ganhar dinheiro rapidamente

As empresas que produzem e utilizam vidro também dariam prioridade ao uso de vidro reciclado, reduzindo a extração de matéria-prima virgem e as emissões de gases de efeito estufa

 Os governos e outras entidades também  incentivariam e apoiariam a reciclagem de vidro por meio de políticas públicas, campanhas de conscientização e investimentos em infraestrutura. Esse cenário ideal resultaria em benefícios ambientais, econômicos e sociais, promovendo a sustentabilidade e preservação do meio ambiente.

A reciclagem de vidro oferece diversas soluções para a sociedade, desde a preservação do meio ambiente até a geração de empregos e a redução de custos. Ao reciclar o vidro, evita-se o seu acúmulo em aterros sanitários e a extração de matéria-prima virgem, o que resulta em menos poluição e menor consumo de energia.

Ao reciclar vidro, estamos ajudando a proteger o meio ambiente, economizar energia e recursos naturais e reduzir as emissões de gases de efeito estufa.” – Recycle Now (Campanha de reciclagem do Reino Unido)

 A reciclagem de vidro gera empregos em todas as etapas do processo, desde a coleta até a fabricação de novos produtos. Isso significa que ela pode ser um importante motor econômico, além de promover a sustentabilidade e a responsabilidade social.

Como funciona a reciclagem de vidro? 

A reciclagem de vidro é um processo importante para a preservação do meio ambiente e a redução do consumo de energia e matérias-primas. O vidro é um material inorgânico e infinitamente reciclável, ou seja, pode ser reciclado diversas vezes sem perder suas propriedades. Neste texto, explicaremos como funciona a reciclagem de vidro.

O processo de reciclagem de vidro começa com a coleta do material. O vidro pode ser encontrado em diversos tipos de embalagens, como garrafas de bebidas, potes de alimentos, vidros planos e outros objetos. Após a coleta, o vidro é transportado para uma central de triagem, onde é separado de outros materiais, como plásticos, papéis e metais.

No curso Gestão e Gerenciamento Internacional de Resíduos Sólidos, você aprenderá sobre as diversas formas de tratamento de resíduos, incluindo reciclagem, compostagem, incineração e aterros sanitários. Essa abordagem abrangente ajudará a identificar as melhores soluções para cada situação, garantindo práticas sustentáveis e eficientes no gerenciamento de resíduos.
Durante o processo de triagem os resíduos são separados por tipos e, depois, encaminhados para a reciclagem. Foto: Gleysson B. Machado

O próximo passo é a separação do vidro por tipo e cor. Existem diferentes tipos de vidro, como vidro comum, vidro temperado e vidro laminado, e cada um tem um processo de reciclagem específico. Além disso, o vidro também é separado por cor, já que diferentes cores podem interferir na qualidade do vidro reciclado. Geralmente, o vidro verde é o mais comum, seguido do vidro marrom e do vidro transparente.

Depois de separado, o vidro é triturado em pequenos pedaços, que são chamados de cacos. Os cacos de vidro são lavados e peneirados para remover impurezas e resíduos, como etiquetas e tampas de metal. Em seguida, os cacos são aquecidos a altas temperaturas, em torno de 1500 graus Celsius, até se fundirem e se transformarem em uma massa líquida.

A massa líquida de vidro é então moldada em novos produtos, como garrafas, potes, copos e outros objetos. O vidro reciclado tem a mesma qualidade e propriedades do vidro virgem, porém, consome muito menos energia e matérias-primas em sua produção.

A reciclagem de vidro traz diversos benefícios ambientais, econômicos e sociais. Ela reduz a quantidade de resíduos em aterros sanitários, economiza energia e recursos naturais, e gera empregos em todas as etapas do processo. Além disso, a reciclagem de vidro também contribui para a preservação do meio ambiente e para a promoção da sustentabilidade.

Quais as vantagens ambientais da reciclagem de vidro?

A reciclagem de vidro é uma prática importante para a preservação do meio ambiente, pois oferece diversas vantagens ambientais. Neste texto, abordaremos algumas dessas vantagens.

A primeira vantagem é a redução da quantidade de resíduos em aterros sanitários. O vidro é um material inorgânico e não biodegradável, o que significa que leva muito tempo para se decompor na natureza. Quando o vidro é descartado em aterros sanitários, ele ocupa espaço por muitos anos, contribuindo para a poluição e contaminação do solo.

Com foco na sustentabilidade, a Virapuru incorpora práticas ecológicas em seus planos, alinhando o negócio com preocupações ambientais crescentes.
A Virapuru possui vasta experiência na criação de Planos de Negócios para usinas de reciclagem, garantindo abordagens realistas e eficazes.

“A reciclagem de vidro é um exemplo perfeito da economia circular, onde os resíduos são transformados em novos produtos, reduzindo a necessidade de matéria-prima virgem.” – WWF (World Wildlife Fund)

A reciclagem de vidro também reduz a extração de matérias-primas virgens. Para produzir vidro a partir de matérias-primas virgens, é necessário extrair e processar grandes quantidades de minerais, o que consome muita energia e pode causar impactos ambientais negativos. Ao reciclar o vidro, é possível economizar recursos naturais e energia, já que o vidro reciclado requer menos energia para ser produzido do que o vidro virgem.

Outra vantagem ambiental da reciclagem de vidro é a redução das emissões de gases de efeito estufa. O processo de produção de vidro a partir de matérias-primas virgens emite gases de efeito estufa, como dióxido de carbono (CO2), metano (CH4) e óxido nitroso (N2O), que contribuem para o aquecimento global. Ao reciclar o vidro, é possível reduzir essas emissões, já que o vidro reciclado requer menos energia e recursos naturais para ser produzido.

Por fim, a reciclagem de vidro também contribui para a preservação dos recursos naturais. Ao reciclar o vidro, é possível prolongar a vida útil desse material e evitar o seu descarte em aterros sanitários, o que significa que menos matérias-primas serão extraídas da natureza para a produção de vidro. Além disso, a reciclagem de vidro também pode contribuir para a redução do consumo de energia e água na produção de novos produtos de vidro.

A reciclagem de vidro oferece diversas vantagens ambientais, contribuindo para a preservação do meio ambiente, a redução de resíduos, a economia de energia e recursos naturais e a redução das emissões de gases de efeito estufa.

Como é realizada a segregação automática de vidros? 

A segregação automática de vidro é uma técnica utilizada na reciclagem de vidro, que consiste na separação eficiente de resíduos de vidro com pureza de quase 100%. O processo é realizado nas esteiras das usinas de triagem, onde sensores que utilizam luz são usados para identificar corpos estranhos. Por meio de um sistema de tiro de ar comprimido, esses corpos estranhos são retirados do restante de forma muito eficiente.

“Reciclar vidro é uma forma de reduzir o impacto ambiental e preservar os recursos naturais, além de gerar empregos e economia para a indústria de reciclagem.” – ABIVIDRO (Associação Técnica Brasileira das Indústrias Automáticas de Vidro)

A coleta seletiva é um processo importante para a separação inicial dos materiais recicláveis, incluindo o vidro. No entanto, é comum que haja mistura dos vidros por parte da população, o que pode prejudicar a qualidade do material reciclado. É por isso que a indústria de reciclagem de vidro deve contar com um processo de separação eficiente, capaz de garantir a pureza do material.

Os sensores que utilizam luz são uma das tecnologias utilizadas na segregação automática de vidro. Esses sensores identificam a presença de corpos estranhos, como plásticos, metais e outros materiais, e os separam do vidro. O sistema de tiro de ar comprimido é então utilizado para retirar esses corpos estranhos do restante do material.

O resultado desse processo é a obtenção de resíduos de vidro com alta pureza, que podem ser reciclados com eficiência e utilizados na produção de novos produtos de vidro. Além disso, a segregação automática de vidro também contribui para a redução dos custos de reciclagem, já que elimina a necessidade de realizar a separação manual do material.

A  segregação automática de vidro é um processo importante na reciclagem de vidro, que utiliza sensores de luz e sistemas de tiro de ar comprimido para separar corpos estranhos do restante do material. Esse processo contribui para a obtenção de resíduos de vidro com alta pureza e reduz os custos de reciclagem.

Quais os tipos de reciclagem do vidro?

Existem basicamente dois tipos de reciclagem de vidro: a reciclagem interna e a reciclagem externa.

A reciclagem interna ocorre dentro da própria indústria do vidro. Nesse processo, os resíduos de vidro gerados durante a produção de novos produtos são recolhidos e reutilizados na própria fábrica. Esse tipo de reciclagem é muito eficiente e pode ser repetido diversas vezes, já que o vidro é um material 100% reciclável.

A reciclagem externa, por sua vez, ocorre fora da indústria do vidro. Nesse processo, os resíduos de vidro são coletados, transportados para usinas de reciclagem e processados para a produção de novos produtos de vidro. Essa reciclagem é importante para a redução do impacto ambiental causado pelo descarte incorreto do vidro e para a economia de recursos naturais.

No processo de reciclagem externa, os resíduos de vidro são separados por cor e lavados para remover impurezas. Em seguida, são triturados e fundidos em altas temperaturas para produzir o chamado “cullet”, que é o material reciclado de vidro em forma de pequenos pedaços. Esse cullet pode ser utilizado na produção de novos produtos de vidro, substituindo a matéria-prima virgem.

A reciclagem de vidro é atividade que tende a ser cada vez mais valorizada.
Vidro já preparado para outro ciclo de produção.

A reciclagem externa é uma prática cada vez mais comum e importante na preservação do meio ambiente, pois além de reduzir a quantidade de resíduos que vão para aterros sanitários, a reciclagem de vidro também contribui para a economia de recursos naturais e para a redução das emissões de CO2.

É importante repetir que o vidro reciclado tem a mesma qualidade e características do vidro produzido a partir de matéria-prima virgem. Além disso, a reciclagem de vidro é um processo economicamente viável, já que o cullet pode ser produzido a um custo menor do que a matéria-prima virgem.

São dois tipos de reciclagem de vidro: a interna, que ocorre dentro da própria indústria do vidro, e a externa, que ocorre fora da indústria. A reciclagem de vidro é uma prática importante para a preservação do meio ambiente, a redução de resíduos e a economia de recursos naturais.

Descubra o mundo da gestão de resíduos com a VirapuruFlix! Acesse cursos e mentorias exclusivos sobre reciclagem, tratamento de resíduos e sustentabilidade. Ideal para empresários e ambientalistas que buscam inovar e liderar no mercado verde.
Amplie seu conhecimento em resíduos sólidos com a VirapuruFlix. Com conteúdo técnico avançado, é perfeito para acadêmicos e profissionais do setor ambiental. Assine e mantenha-se atualizado com as melhores práticas e tecnologias!
Picture of Gleysson B. Machado

Gleysson B. Machado

Sou especialista em transformar problemas ambientais em negócios sustentáveis. Formado em Dip. Ing. Verfahrenstechnik (Eng. Química) pela Universidade de Ciências Aplicadas de Frankfurt/M na Alemanha com especialização e experiência em Tecnologias para geração de Energia e Engenharia Ambiental. Larga experiência em Resíduos Sólidos com foco em Biodigestores Anaeróbios
Agora é a sua vez. Você acha que consegue contribuir com o conteúdo acima? Deixe seu comentário!

NOSSOS CURSOS

LEIA TAMBÉM

O Impacto dos Resíduos na Água
Aspectos Ambientais
Gleysson B. Machado

O IMPACTO DOS RESÍDUOS NA ÁGUA

Quais os problemas que os resíduos podem ocasionar nos reservatórios hídricos urbanos? Qual o impacto dos Resíduos na Água? Que mudanças são necessárias para mudar essa situação? Qual o nosso dever enquanto cidadão na gestão dos resíduos? Você sabia?

veja Mais »
A compostagem de resíduos orgânicos ajuda a reduzir a emissão de gases de efeito estufa, diminuindo o impacto ambiental e contribuindo para solos mais saudáveis.
Gerenciamento de Resíduos
Gleysson B. Machado

RESÍDUOS ORGÂNICOS – O QUE SÃO E COMO TRATAR

O que são resíduos orgânicos? Quais os tipos de resíduos orgânicos? Quais as principais formas de tratamento de resíduos orgânicos? Como separar resíduos orgânicos de outros tipos de resíduos? Quais são os desafios associados ao manejo e descarte de resíduos orgânicos? Qual é o impacto ambiental dos resíduos orgânicos se não forem gerenciados corretamente?

veja Mais »